Cruzeiro do Sul: Quem for pego sem máscara pagará multa de R$ 104,65

Por Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução

Foi publicado na edição de hoje (08) do Diário Oficial do Estado (DOE) um decreto assinado pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), que proíbe o agrupamento de pessoas em locais públicos bem como ao pagamento de multas aos cidadãos que não fazem uso de máscaras faciais nas vias da cidade. A multa estipulada via decreto é de R$ 104,65.

Segundo o dispositivo, “o valor disposto no artigo será majorado, gradativamente: em 20%, na primeira reincidência; em 30%, na segunda reincidência; em 50%, nos demais casos", que acrescenta "O não pagamento da multa no prazo estipulado ensejará em negativação do CPF do contribuinte”.

O decreto assinado pelo prefeito sugere multa para servidores que não utilizam a proteção individual. “No caso da pessoa física, servidor municipal, quando no exercício da função, a não utilização da máscara de proteção individual implicará em advertência administrativa, e, havendo reincidência, abertura de processo administrativo”

No mesmo decreto, o prefeito proibiu o agrupamento de mais de cinco pessoas em locais públicos e a utilização dos balneários públicos e particulares de acesso ao público ou não, praças de alimentação, locais para a prática de quaisquer tipos de atividades físicas (academias), tanto público como particular, incluindo o bloqueio com cavalete na Av. Mâncio Lima, Aeroporto Velho e similar.

COLAPSO NA SAÚDE DE ‘CZS’

Nas redes sociais, o prefeito informou que conversou com o Governador Gladson Cameli, do PP, sobre o colapso da saúde no município. Ele também repercutiu a informação de que o Estado vai enviar suprimentos para aumentar os números de leitos.

“O que mais temíamos aconteceu, um colapso na saúde, leitos sem vagas e pessoas na fila esperando, é desesperador, é triste e lamentável essa situação. Conversei com nosso governador Gladson Cameli e ele está muito preocupado com este cenário na nossa região. Ele inclusive conseguiu mandar novos respiradores para ajudar a situação das pessoas que precisam desse cuidado mais especial. Agradeço imensamente essa ajuda que vai salvar vidas”, escreveu.   

O prefeito acrescentou em seguida: “Mas é importante que tenhamos consciência que, mesmo com esses novos respiradores, continuamos com os leitos superlotados, com novos casos chegando diariamente e profissionais arriscando suas vidas para salvar a de outras pessoas. Por isso, por favor, peço que todos possam ajudar nesse momento, seguindo todas as medidas de distanciamento e os cuidados necessários. Tenho repetido muito e vou seguir repetindo: união é o caminho para vencermos essa doença terrível”.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.