OCA: modernização é a solução para aproximar o cidadão dos serviços públicos

Um dos temas debatidos durante o X Congresso Consad [Conselho Nacional de Secretários] de Gestão Pública, que acontece em Brasília até esta sexta-feira, 7, foi o custo burocrático com os trâmites públicos para a sociedade, que podem ser reduzidos com a adoção de práticas mais modernas que aproxima o cidadão dos serviços públicos.

O governo do Estado, já vem adotando essas práticas desde 2010, com a implantação da Organização das Centrais de Atendimento (OCA), órgão ligado a Secretaria de Estado da Gestão Administrativa (SGA).

A OCA é referência nacional na oferta, em um mesmo local, de diversos serviços públicos, além de servir de modelo para implantação de outras centrais, como por exemplo, a Central de Atendimento Tudo Aqui – do estado de Rondônia -, inaugurada em novembro de 2015.

Atualmente a central de Rio Branco realiza uma média de 7.000 atendimentos diários, agrupa 27 órgãos dos âmbitos municipal, estadual e federal e oferta cerca de 970 serviços.

O advogado Odemilto Lucena, atribui nota 10 ao atendimento da OCA. “Todo mundo é profissional e o atendimento é muito bom. Toda vez que eu procurei consegui resolver as coisas”, declara.

Por meio do Guia de Serviços Públicos, www.gsp.ac.gov.br, a população pode acessar as informações das 27 instituições que fazem parte da OCA e informar-se sobre os documentos necessários para a realização do atendimento.

Reconhecimento da qualidade

Encontrar tudo que precisa em um só lugar foi o beneficio que a representante comercial Vaneide Ferreira destacou da central. “Um ambiente fresco, agradável, climatizado, onde há um parquinho que tem opção para o meu filho ficar enquanto eu resolvo as coisas”, afirma.

Outra ferramenta que aproxima o cidadão da central é o Ifale, desenvolvida em parceria com o Instituto Federal do Acre (Ifac), ainda em fase de teste, sendo utilizado somente no posto da Prefeitura Municipal de Rio Branco, na praça vermelha.

Funcionando apenas internamente na OCA, o canal permite que a população faça a avaliação dos serviços e do atendimentosoferecidosl.

“Após o atendimento, o atendente da à opção para o cidadão responder na mesa de atendimento ou nos postos montados exclusivamente para a manifestação do cidadão”, informa a diretora da OCA Rio Branco, Margareth Cavalcante.

 

 

Agência 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.