Acre segue vendendo o litro da gasolina acima de R$ 5 reais

Por Wanglézio Braga

O Acre continua com o preço da gasolina mais caro do país e nos últimos meses tem permanecido com o litro acima de R$ 5 reais conforme mostrou o levantamento do ValeCand, uma empresa especializada em soluções de frotas de veículos que consultou mais de 20 mil estabelecimentos espalhados pelo país.

No mês de junho, o Acre vendia o litro por R$ 5,115. Em julho R$ 5,068. No mês de agosto R$ 5,028. Já em setembro o litro foi comercializado a R$ 4,982 e em outubro R$ 5,011. O Rio de Janeiro também permanece como o segundo estado com o combustível mais caro – R$ 5,011 e R$ 4,94, respectivamente (em setembro, os valores eram, pela ordem, R$ 4,982 e R$ 4,894).

Com valor médio de R$ 4,01, o Amapá registrou o menor preço. Nos levantamentos anteriores, a primeira posição no ranking era ocupada por Santa Catarina, que em outubro figura na segunda colocação (preço médio de R$ 4,086), seguida por São Paulo (R$ 4,22) e Mato Grosso do Sul (R$ 4,301), outro Estado que galgou posições na lista dos Estados com gasolina mais barata.

A capital com gasolina mais barata é Florianópolis (R$ 3,899). Florianópolis, aliás, permanece com o único valor abaixo da casa dos R$ 4 em todo o levantamento, incluindo capitais, estados e regiões. Neste mês, a capital do Amapá, Boa Vista, ficou fora do levantamento.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.