Xapuri já se movimenta para mais uma Festa de São Sebastião

Janeiro chegou e o município de Xapuri já se prepara para reviver pela 118ª vez na história a sua mais antiga e importante tradição, a Festa de São Sebastião, uma das maiores e mais remotas manifestações religiosas do Acre.

A celebração religiosa é mais antiga que a própria Revolução Acreana, que só eclodiria seis meses depois de realizada a primeira procissão pelas vielas do vilarejo de Mariscal Sucre, quando cerca de 100 pessoas caminharam rogando paz àquele que viria a ser o padroeiro da futura Xapuri.

O ambiente festivo já começa a se instalar na cidade com a chegada dos parques infantis e das barracas de alimentação, sempre os primeiros a chegar para o grande centro comercial em que se transforma Xapuri nesta época do ano.

Um número entre 15 e 20 mil pessoas deve se reunir na cidade até o dia 20 de janeiro, ápice da festa. É o momento mais importante – e lucrativo – do ano para o comércio local, de maneira especial para hotéis, pousadas e restaurantes.

Da parte da prefeitura, os preparativos já estão em andamento com o início da construção dos espaços que serão disponibilizados para os tradicionais marreteiros. Este ano serão 250 boxes, quase todos já reservados por comerciantes que chegam de vários lugares do Acre e de outros estados da federação.

Na igreja de São Sebastião a movimentação é sempre intensa nos primeiros dias do ano, mas o planejamento da festa sempre começa com bastante antecedência. Além de avivar a fé dos devotos do santo padroeiro, o evento é o grande mantenedor das ações da paróquia durante o ano que se segue.

Para que nada dê errado, a organização da paróquia é dividida em várias equipes que se esforçam para que nenhum detalhe comprometa o sucesso do Novenário que começará no próximo dia 11 com a tradicional carreata de abertura.

Desde a equipe de liturgia até as equipes de cozinha e de arrecadação de prendas para os também tradicionais leilões, os voluntários se empenham em fazer funcionar toda a estrutura que cerca a realização do evento mais importante do ano em Xapuri.

De acordo com o padre Francisco das Chagas Monteiro, 68 anos de idade e 14 anos como pároco de Xapuri, o esforço dos fiéis em participar da organização dos eventos é uma das características mais marcantes da Festa de São Sebastião.

“Estamos nos preparando e já está tudo bem encaminhado. A nossa expectativa é sempre positiva para a realização desse momento que é sempre muito especial para os fiéis e para toda a população de Xapuri”, afirma o sacerdote.

As celebrações do Novenário de São Sebastião começam no próximo dia 11, um sábado, com a realização das novenas até o dia 19, domingo. No dia 20 de janeiro, como ocorre há 117 anos, a festa terá o seu ponto alto com a grande procissão pelas principais ruas da cidade.

Nos próximos dias, o ac24horas acompanhará de perto todos os preparativos, tanto da prefeitura quanto da igreja, a chegada dos romeiros e dos comerciantes, e contará em primeira mão todos os fatos e as histórias que cercam um dos momentos mais fortes e bonitos da religiosidade e da cultura popular do Acre.

 

OALTOACRE


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.