Gladson apresenta ao ministro do Meio Ambiente projeto de revitalização do Igarapé São Francisco

O governador Gladson Cameli apresentou na manhã desta quarta-feira, 5, ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o projeto completo de revitalização do Igarapé São Francisco, em Rio Branco. A reunião, por iniciativa do senador Márcio Bittar, contou ainda com a presença do senador Sérgio Petecão, deputados Alan Rick, Vanda Milani, Jéssica Sales, Jesus Sérgio e Mara Rocha, do secretário do Meio Ambiente do Acre, Israel Milani e do representante do Acre em Brasília, Ricardo França.

A apresentação de vídeo e slides, pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros do Acre, Tião Fonseca, agradou ao ministro Salles que se disse satisfeito com a postura do governo do Acre em promover a recuperação e prevenir a degradação maior do meio ambiente no estado.

“Estamos à disposição do governo do Acre para o que for necessário, pois vimos a postura séria em melhorar o meio ambiente para que as futuras gerações possam usufruir de uma qualidade de vida que hoje está prejudicada”, disse o ministro.

Gladson Cameli agradeceu o apoio do ministro, que inclusive já visitou o Acre em junho de 2019 e afirmou ter o mesmo pensamento que Salles, de que “a preservação do meio ambiente se faz de dentro para fora, ou seja, da cidade para o campo”.

O projeto de revitalização do Igarapé São Francisco conta com diversas fases, entre elas a revitalização do entorno do Igarapé (mata ciliar), contenção e controle de erosões, construção e ampliação de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), drenagem pluvial urbana e disseminação de informação sobre o risco climático e o desenvolvimento de medidas de capacitação para comunidades afetadas pelos eventos extremos.

O custo total do projeto está orçado em pouco mais de R$ 204 milhões, sendo que R$ 183.048.000,00 serão oriundos do Green Climate Fund, consórcio internacional do qual o Acre faz parte, e o governo do Estado entrará com a contrapartida de R$ 20.990.214,00.

Todas as fases do projeto foram determinadas, desde a ida do ministro Salles a Rio Branco, em junho de 2019, até o envio do relatório final ao GCF que se dará em 29 de abril, para a liberação dos recursos e início das obras. “Ao todo, com essas obras no Igarapé São Francisco serão beneficiadas mais de 100 mil pessoas, dos 20 bairros que estão às margens do Igarapé”, finalizou o governador Gladson Cameli.

 

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.