Alessandra Marques abre Inquérito Civil contra o SINTESAC

Por Wanglézio Braga

A promotora de Justiça do Ministério Público Estadual (MPAC), Alessandra Marques, publicou hoje (03) no Diário Eletrônico do MP uma portaria informando que abriu Inquérito Civil em desfavor do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (SINTESAC). Uma investigação anterior apontou que haveria irregularidades sanitárias no exercício da atividade profissional de um médico nas dependências do sindicato.

Segundo a portaria, a promotora solicitou alvarás como de funcionamento e sanitário aos órgãos para atestar que o local é próprio para tal atividade. Na oportunidade, foi informado ao Ministério Público que não haveria mais o funcionamento de consultório médico na sede administrativa e que foi apresentando contrato de terceirização dos atendimentos médicos dos sindicalizados.

De acordo como o documento da promotora, “o Presidente do SINTESAC, inclusive, informou ter havido dificuldades para que se pudesse obter o alvará sanitário e, também, a licença do Corpo de Bombeiro do Acre”.

A promotora, por fim, informou que vai solicitar a presença da diretoria do Sindicato para discutir o Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC). A Vigilância do Município de Rio Branco também vai ser chamada para a discussão. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.