Patrícia Marx revela ser lésbica e assume namoro

No último domingo, dia 28, foi celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQ+. Diversos artistas postaram mensagens de apoio à essa comunidade na data, mas a cantora Patrícia Marx resolveu tornar a ocasião um pouco mais especial para si. No Instagram, ela se assumiu lésbica e postou uma foto junto de sua namorada, Renata.

Na legenda da foto, ela falou sobre o orgulho de ser homossexual, e também apresentou a amada:

Sou lésbica com muito orgulho! Estamos juntas, eu e o meu amor, Renata. 

Patrícia também respondeu a diversos comentários dos seguidores, entre eles alguns que perguntavam o porque da demora em se assumir. A resposta da ex-integrante do Trem da Alegria refletiu uma situação que, infelizmente, ainda é bem comum:

Sempre fui [lésbica], mas antes não conseguia me assumir. Acontece muito, não?

Aos 46 anos de idade, Patrícia nunca havia falado sobre sua sexualidade. Ela foi casada durante 18 anos com o produtor musical Bruno E., e com ele teve seu único filho, Arthur. Depois de se separar em 2016, a cantora engatou em um namoro com Marcelo Barros que durou cerca de dois anos.

Confira a foto:

 

 

Estrelando

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.