Comentarista do Oscar, jornalista Arthur Xexéo morre aos 69 anos

O jornalista Arthur Xexéo morreu neste domingo (27), aos 69 anos, vítima de um linfoma. Escritor, ele era, além de crítico de TV e de entretenimento, um dos comentaristas do Oscar na Globo, além de já ter participado de projetos de dramaturgia. Ele estava internado no Rio de Janeiro para o tratamento quando morreu e a notícia foi confirmada pelo GloboNews e pelo Fantástico.

Xexéo era muito conhecido no meio e acumulava amigos, como Miguel Falabella, com quem chegou a trabalhar, como no musical Xanadu, que foi traduzido por ele e teve a direção do ator e roteirista, que deixou a Globo recentemente. Quem também trabalhou com ele, na profissão de jornalista, foi Ancelmo Gois, que falou sobre a morte em suas redes sociais.

"Vai deixar uma saudade profunda neste colunista, que teve o privilégio de trabalhar com Xexéo em Veja, Jornal do Brasil e O Globo. Além de contar com a sua generosa amizade. Ao seu companheiro Paulo, uma solidariedade profunda", escreveu. O jornalista esteve por vários anos como um dos comentaristas do Oscar para a Globo e, recentemente, para o Globoplay, ao lado de Dira Paes e da apresentadora Maria Beltrão que, aliás, entrou ao vivo no GloboNews para comentar a morte do colega. Enquanto comentava o ocorrido, ela acabou não resistindo e caiu nas lágrimas, se emocionando pela tristeza e também surpresa do ocorrido.

[Fonte: Natelinha/Uol]

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.