Cantores são intimados pela Justiça para explicar show em festa de bicheiro

Os cantores Gusttavo Lima, Mumuzinho, Ludmilla, Alexandre Pires e Dudu Nobre terão que dar detalhes para a Justiça sobre os shows que fizeram em uma festa de luxo no Copacabana Palace, no dia 14 de maio. Os artistas se apresentaram no evento que comemorava o aniversário de Adilson Oliveira Coutinho Filho, o Adilsinho, principal alvo e foragido da Operação Fumus.

De acordo com informações do G1, os cinco músicos têm 20 dias para explicar sobre a participação no evento com 500 pessoas. A Vara Especializada de Crime Organizado, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou que eles detalhem os valores do contrato, quanto foi o cachê e quem negociou os acordos. Na ocasião, o Copacabana Palace fechou todos os salões para ser palco de uma festa black tie com shows dos artistas. A aglomeração teve a presença de famosos e anônimos para a comemoração do aniversário do bicheiro Adilson Coutinho de Oliveira. Houve muita revolta de internautas com a cerimônia. 

A aglomeração começou bem antes do início da festa, marcada para às 22h, com uma fila gigantesca formada na porta do hotel de luxo. A entrada dos famosos foi feita pelos fundos, a fim de fugir dos curiosos. Na portaria, os convidados receberam máscaras para entrar no prédio. O número de 500 pessoas representa 40% da capacidade total do salão onde a festa foi realizada, segundo o Copacabana Palace.

Além da aglomeração, os músicos foram criticados por cantarem em um evento de suspeitos de fazerem parte do crime organizado no Rio de Janeiro. Adilsinho e o irmão, Cláudio Coutinho, estão foragidos. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ)  declara que a dupla é responsável por chefiar uma quadrilha violenta e que fez um monopólio na venda de cigarros no RJ.

[Fonte: Natelinha/Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.