Documentário sobre Silvio Santos no SBT tem ficção e musical com Tiago Abravanel

O SBT tem divulgado desde segunda-feira (14) um documentário sobre Silvio Santos, que seria exibido no aniversário de 85 anos do apresentador, mas acabou vetado por ele em 2015. A produção foi feita por Leonor Corrêa e contou com a participação de diversas celebridades que conheceram o homem do Baú profissionalmente e na vida íntima. O que poucos sabem é que a homenagem também possui cenas do comunicador em dramatizações – com atores profissionais – e um musical que teve a presença de Tiago Abravanel. 

Conforme apurou o NaTelinha, o ator Victor Aguiar interpretou o dono do SBT no período em que era adolescente. O artista precisou reviver a época em que Silvio era camelô e vendia seus produtos no Rio de Janeiro, mostrando sua desenvoltura ao conversar com as pessoas. Já na fase em que o apresentador começa a trabalhar na Rádio Nacional e depois chega a São Paulo, quem teve a responsabilidade de dar vida ao empresário foi Felipe Miguel. Foi na capital paulista que o talento de comunicador começou a chamar a atenção do público, fazendo-o ser um grande sucesso. 

Além de Felipe e Victor, também estiveram presentes nas atuações da parte de ficção do documentário os atores João Bourdonais, Ivo Morganti, entre outros. Marília Gabriela aceitou o convite de realizar a narração, que serve como transição de uma cena para a outra. Durante as cenas fictícias da vida de Silvio Santos, há um musical que serviu para homenageá-lo. Experiente na área, Tiago Abravanel, neto do apresentador, fez parte do número musical, que poderá estar no documentário, caso não ocorra nenhum corte antes de ir ao ar.

[Natelinha/Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.