Rodrigo Faro rebate ataque de Zezé Di Camargo: "Não fala da minha mãe"

Na noite deste sábado (3), Rodrigo Faro rebateu o ataque que sofreu Zezé Di Camargo, depois que o cantor detonou o apresentador nas redes sociais, ao afirmar que ele "vende até a mãe por audiência". O animador da Record publicou uma série de mensagens nos stories do Instagram repudiando a crítica do sertanejo. Nas publicações, Faro pede mais respeito e pede para Zezé não citar mais a mãe dele.

"Caríssimo Zezé, pelo respeito pelo artista que você é, ao homem, pai de família e por tantos anos de amizade, eu me sinto confortável em responder o seu comentário a meu respeito e de minha mãe. Assim como você, comecei a trabalhar cedo, desde os meus seis anos de idade, são 41 anos de carreira onde nunca tive qualquer tipo de desavença com quem quer que seja. Pelo contrário, me sinto uma pessoa querida e respeitada pelos meus colegas", começou.

"Ressalto aqui nessa carreira de 41 anos a importância da minha mãe, uma mulher guerreira, que sempre esteve ao meu lado, apoiando minhas decisões e vibrando com as minhas conquistas e vitórias. Assim como a dona Helena, a minha mãe, dona Vera, merece respeito e isso é o mínimo que poderia esperar de um artista e uma pessoa como você, que tem uma ligação muito forte com sua mãe. Você tem todo o direito de achar o que quiser, mas não fale da minha mãe, por gentileza", afirmou.

Rodrigo Faro finalizou as mensagens agradecendo o apoio que tem recebido pelos artistas, após ser diagnosticado com a Covid-19. "Fico ainda mais triste com essa sua atitude em um momento delicado de saúde como esse que estou passando, pois ao contrário de você, todos os demais integrantes da família Camargo e outros tantos colegas da classe artística, me enviaram mensagens de carinho e torcida pela minha recuperação. Se sua intenção foi lacrar com esse comentário, felizmente você não conseguiu. Meus fãs, amigos e família sabem da minha conduta nessa vida. Creio que a imagem que você tem a meu respeito diga muito mais sobre você do que de mim", finalizou.

[Fonte: Natelinha/Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.