Carlinhos Maia chora e reconhece que errou com o ex, Lucas Guimarães

Bastante emocionado, Carlinhos Maia chegou a chorar ao abrir o coração e falar sobre a dor que está vivendo desde que resolveu colocar um ponto final no casamento com Lucas Guimarães. Em uma sequência de publicações no Stories do Instagram, o influenciador digital, que estava afastado das redes, afirmou que não vai se vitimizar, uma vez que sabe de suas falhas no relacionamento.

“São 13 anos, de alguém que eu ainda amo demais. Confesso que eu tô me dando esse tempo mesmo. Na internet é tudo tão rápido, tudo se supera tão rápido. Todo mundo finge que não dói, e vai pra próxima, só que dói pra c*ralho”, confessou, inicialmente.

"Quando eu tiver pronto pra voltar com tudo, eu vou voltar com tudo. Mas agora eu quero que doa. Dessa vez, quem me ama vai esperar pra me ver 100%”.

Carlinhos prosseguiu destacando que se considera um machista em processo de desconstrução e avaliou que não acha que será capaz de entregar o mesmo amor que sentiu pelo ex-marido para outra pessoa no futuro. 

“Quem vier agora nunca vai ter o amor que eu tenho por ele. Mesmo nos meus erros, porque eu sou uma ‘bicha machista’. Tô melhorando, tô me desconstruindo. Eu sou ciente das minhas falhas, mas eu tenho noção das minhas qualidades também”, disse ele.

Demonstrando todo o seu amor pelo ex, Carlinhos Maia enumerou algumas qualidades de Lucas Guimarães: “Eu tô no meu canto, sem incomodar ninguém, inclusive o Lucas. Justamente porque, é isso, quando você tem consciência, sabe, mas é difícil. Lucas é um menino bem cuidado, conservadinho, a pele muito macia, gostava de tomar banho, sempre cheiroso, ouvia louvor de manhã, todos os dias ouvia louvor ia dormir rezando. Deus bota umas coisas perfeitas na nossa vida e a gente não dá valor, faz o quê? Perde, tomei no c*”.

FÃS TIVERAM PARCELA DE CULPA

Em seu desabafo, Carlinhos Maia apontou que a interferência indireta dos fãs também contribuíram para o desfecho do relacionamento com Lucas Guimarães. Segundo ele, o assédio dos mais radicais acabou atrapalhando.

“Eram milhões de pessoas que gostavam e mandavam muito amor e um bando de malucos que opinavam 24 horas por dia e atacavam 24 horas por dia e nos afastavam das pessoas. Terminavam fazendo a gente competir um com o outro. A fama, o dinheiro… faz isso também”, lamentou.

O comediante detalhou a influência dos haters: “A gente sempre se apoiou muito e ficaram colocando na cabeça do menino que ele era a ‘sombra do Carlinhos’. Umas coisas assim tão idiota que acabam entrando no coração da gente e fazem a gente se diminuir. Quando, na verdade, a gente precisa se orgulhar um do outro”, ponderou.

Ao final do desabafo, o alagoano destacou qual a maior dificuldade que está enfrentando desde o fim do casamento: “A pior parte quando você termina com uma pessoa de muito tempo é na hora de dormir porque não tem o cheiro que você conhece, não tem o abraço quentinho, não tem a respiração. Nem tem o ronco, porque o menino nem ronca. Quando que eu vou achar outra pessoa que não ronca? E aquela bunda? Ao mesmo tempo ele sabe que eu também não sou… Bem ele não vai me esquecer tão fácil”, concluiu

 

[O FUXICO]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.