SBT aposta em tecnologia e vê futuro no modelo de streaming gratuito

O SBT completou 40 anos em agosto e vem investindo em alta tecnologia ao se preparar para o futuro e a segunda tela. Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Fernando Pensado, head de inovação da empresa, contou que pretende otimizar e ampliar o portfólio da plataforma SBT Vídeos e enxerga o modelo sem assinatura, mas com propaganda (AVOD) como forma de viabilizar o projeto de streaming da emissora. O executivo também conta que o SBT vai canalizar investimento em games e prepara um novo aplicativo para atender as demandas do setor comercial, o SBT Ads.

“A gente está tratando com muito carinho (SBT Vídeos), numa frente de melhorar a experiência. Ainda não está da forma que a gente quer, tem desafios aí, mas estamos com muita atenção da diretoria e todos os acionistas acompanham esse produto com muita atenção. Sabemos que temos uma longa jornada para fazer, porque qualquer movimento neste universo de streaming requer bastante investimento”, afirmou o executivo.

E prosseguiu: “A gente está desenvolvendo no SBT Vídeos algumas iniciativas de melhorar a experiência do consumidor, principalmente. Ver como o público está se comportando com os diferentes tipos de conteúdo, quais são as características principais que eles querem consumir nesta oferta”. “Também estamos agregando o contorno de terceiros, trazendo parceiros de conteúdos em um modelo que faz sentido para o parceiro, na visibilidade e na receita que ele pode gerar, sempre no conceito de publicidade.

É um caminho natural do futuro da televisão, isso já está acontecendo. Mas estamos fazendo alguns experimentos antes de entrar com tudo e a emissora está fazendo esse projeto com muita atenção”, acrescentou.O modelo do SBT Vídeos se aproxima da Pluto TV, streaming grátis do Grupo ViacomCBS, que se chama AVOD (Advertising-Based Video on Demand), formato que une conteúdo sem assinatura e espaço para publicidade. No segundo trimestre de 2021, de acordo com o CEO da Pluto TV, a plataforma presente em 25 países alcançou US$ 1 bilhão em faturamento.

[Natelinha/Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.