'Era agressivo com a mãe', diz ex sobre Nego do Borel

Jetss

Novas polêmicas envolvendo Nego do Borel voltaram a circular na web depois que Suwellen Sauer, ex-namorada e ex-assessora de Nego do Borel, se pronunciou sobre o relacionamento que viveu com o cantor ao conceder uma entrevista a Bruno de Simone em seu canal do Youtube. 

No bate-papo polêmico, que deve ir ao ar nesta segunda-feira (1), a empresária relembra o relacionamento que viveu com o cantor, o classificando como abusivo e comentando as acusações de ter sido agredida pelo cantor com um soco na costela e que o funkeiro tentou enforcá-la com um carregador de celular.  

Em entrevista, ela conta ainda opinou que o cantor costumava ser agressivo até mesmo com a própria mãe: “Quando eu comecei a perceber um comportamento agressivo, não era nem comigo, a princípio. Era com a mãe dentro de casa, a forma como se comportava. Era agressivo no tom de voz, por ser contrariado e bater e jogar as coisas longe e quebrar, agressivo de dar cabeçada em uma porta… era esse nível de agressividade”, afirma a moça. 

Questionada se o cantor usaria alguma substância ilícita,  Swellen afirma que apesar de já ter desconfiado, nunca viu nada com os próprios olhos: “Eu nunca presenciei nada, embora eu soubesse de algumas coisas. A minha relação com ele era muito profissional, enquanto assessora. Enquanto namorada, eu ficava muito dentro de casa. Eu não era aquela namorada que dá a mão atrás do palco. Nós não morávamos juntos, mas a gente ficava muito junto”, começou.  

“Eu morava em Jacarepaguá e ele ficava muito na minha casa. A gente ficava muito junto, mas essa questão de drogas, que a gente sabe que pode vir a acontecer, eu não presenciava porque eu não acompanhava”, disse, afirmando em seguida que constantemente ouvia boatos sobre o cantor ser usuário.  

“Ele sempre teve um comportamento muito excêntrico, então algumas pessoas sempre me falavam: ‘Suwellen, esse cara não tá puro”, ressaltou a empresária, que voltou a ser assunto após Duda Reis revelar ter vivido um relacionamento abusivo. 

Sobre o cantor ser machista, ela foi direta confirmando que o cantor sempre teria demonstrado isso: “Ele sempre foi muito machista e eu não entendia isso. Eu era muito apaixonada por ele e achava tudo muito engraçado”, ressaltou.  

“Quando eu vejo um vídeo dele com a atual ex-namorada (Duda Reis), a menina dopada na cama e ele pegando o rosto dela com o olho esbugalhado e fazendo umas maluquices, aquilo me doeu tanto, porque eu entendi, naquele momento, que aquilo é ele. Então não sei te dizer se é remédio, droga ou até o inimigo como ele disse numa entrevista recente. Sinceramente não sei te dizer. Eu sei que eu minimizei muitas coisas”. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.