Governo entrega reforma do Ginásio Wilson da Pena

Os 18 mil habitantes de Plácido de Castro receberam do governo do Estado um presente na manhã desta sexta-feira, 8: a entrega da reforma do seu único ginásio poliesportivo, o Wilson Paula da Pena. O espaço estava interditado para a realização de atividades esportivas, erecebeu um investimento de R$ 322 mil para voltar a oferecer um lugar adequado à prática de futsal, handebol, basquetebol e vôlei.

Além da estrutura comprometida, o ginásio estava fora das normas da vigilância sanitária. Segundo a secretária de Esporte, Shirley Santos, o governo realizou toda sua reforma e buscou a liberação dos laudos oficiais para o funcionamento.

“A obra foi liberada, e estamos entregando esse ginásio para que o esporte seja realmente desenvolvido dentro desse município, como nos tempos áureos, quando tínhamos esportistas de Plácido de Castro representando o Acre”, ressaltou Shirley.

O ginásio poliesportivo recebe esse nome em homenagem ao atleta Wilson da Pena, fundador do Clube Fronteira, primeiro time de futebol de Plácido de Castro. Além da reforma, o governo aproveitou para realizar a entrega de kits esportivos para as escolas do município e seis jogos de futsal sub-15 e sub-17, após a solenidade de reinauguração.

“É o único ginásio que temos, e, por isso, somos muito gratos ao governador Tião Viana, que é um parceiro de Plácido de Castro, que nunca diminuiu esforços para nos ajudar”, disse o prefeito de Plácido de Castro, Roney Firmino.

Cuidador do ginásio poliesportivo e conhecedor de sua história, Jair Carvalho expressa o sentimento de toda uma população. “Para falar a verdade, o povo está ansioso. Que a partir de agora, com a abertura do ginásio, a gente possa alavancar as modalidades que estavam paradas, como o futsal e o basquete. Isso aqui era um anseio da comunidade, e graças ao nosso governador está sendo reinaugurado”, destacou.

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.