Alonso deixa laranja para trás e corre Indy 500 com carro em branco e verde escuro

Fernando Alonso vai buscar uma vaga no grid de 33 carros das 500 Milhas de Indianápolis de 2020 com um carro de visual bem diferente dos que teve em 2017 e 2019. O famoso papaia com detalhes em azul ficou para trás e, neste ano, o bicampeão mundial de Fórmula 1 vai ter o bólido #66 em verde e branco, como divulgou a McLaren ao mundo nesta terça-feira (30). A principal prova do calendário da Indy está marcada para 23 de agosto e, como anunciou recentemente o Indianapolis Motor Speedway, vai contar com a presença do público, com capacidade limitada a 50% por conta da pandemia do novo coronavírus.

O esquema de cores de Alonso na Indy 500 2020 vai seguir seu novo patrocinador master, uma financeira. Desta forma, o carro é basicamente dividido em branco e verde escuro, com a borda do aeroscreen em um tom de verde água.

Mas e o laranja? Bom, o laranja até existe no novo carro de Fernando, mas apenas nos retrovisores e numa finíssima tira localizada na lateral da asa dianteira, ou seja, uma revolução completa em relação aos modelos anteriores.

"Estou muito feliz em finalmente poder ver o carro que vou guiar na Indy 500. Eu sinto a paixão dos fãs por essa corrida, o que torna ela incrível. Tenho máximo respeito por essa prova histórica e por todos que nela competem".

Apesar da mudança no carro de Alonso, os outros dois pilotos da McLaren devem seguir com o laranja dando o tom ao lado do preto, afinal, foi nesse esquema que Oliver Askew e Pato O'Ward fizeram a pré-temporada e a abertura no Texas.

Na terceira tentativa, o espanhol busca terminar a Indy 500 pela primeira vez. Em 2017, em parceria com a Andretti, liderou voltas, mas o motor Honda quebrou e Fernando ficou pelo caminho. Em 2019, em aliança com a Carlin, uma participação pífia que acabou ainda no Bump Day, sem nem se classificar para a prova.

 

Grande Prêmio

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.