Brasil encara Paraguai em semi decisiva da Copa América Feminina

A seleção brasileira feminina de futebol tem duelo decisivo pela semifinal da Copa América nesta terça-feira (26) contra o Paraguai. Além da vaga na final do torneio, o embate garante à equipe vencedora vagas na Copa do Mundo Feminina no ano que vem e também na Olimpíada de Paris, em 2024.  A partida tem início às 21h (horário de Brasília) no Estádio Alfonso López, em Bucaramanga (Colômbia). O Brasil busca o oitavo título na competição.

Se vencer, o Brasil vai encarar a anfitriã Colômbia na final. As donas da casa derrotaram a Argentina na noite de segunda (25) por 1 a 0. Invicta na competição, a seleção brasileira fechou a primeira fase do torneio na liderança do Grupo B: venceu todas as quatro partidas (Argentina, Uruguai, Venezuela e Peru), com 17 gols marcados e nenhum sofrido.

No último treino preparatório na tarde de ontem (25), a técnica Pia Sundhage ressaltou a necessidade de as brasileiras manterem a posse de bola no centro do campo, optando por jogar de forma aberta nas alas.

“Espero que o Paraguai seja perigoso nos contra-ataques, porque isso vai significar que mantivemos bem a posse. Outra situação são as cobranças de falta e chutes de longa distância, porque há muitas boas jogadoras arriscando. Isso me impressiona na América do Sul e especialmente na seleção paraguaia, avaliou a treinadora, durante coletiva na Colômbia.

A provável escalação do Brasil para o duelo desta noite deve ser com Lorena, Antonia, Tainara, Rafaelle, Tamires; Ary Borges, Angelina, Adriana, Kerolin; Bia Zaneratto e Debinha.

No comando da equipe paraguaia está o técnico brasileiro Marcello Frigélio, que não poderá contar esta noite com quatro jogadoras - Camila Arrieta, Lourdes González, Lice Chamorro e Limpia – que testaram positivo para a covid-19. A equipe paraguaia, que busca o título inédito, cresceu durante a competição, após estrear com derrota para a Colômbia (4 x 2) na primeira fase. Depois venceu todos os jogos seguintes (Chile, Bolívia e Equador). Balançou a rede nove vezes e sofreu sete gols, terminando em segundo lugar no Grupo A (9 pontos), atrás da líder Colômbia (12).

 

[Agência Brasil]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.