Novo uniforme 1 do Flamengo vaza na internet

O novo uniforme número 1 do Flamengo vazou na internet nesta quarta-feira. Com listras onduladas, ele tem previsão da estreia para a final da Supercopa do Brasil, contra o Atlético-MG e com data marcada para 20 de fevereiro - o local ainda não foi definido.

O torcedor Jonathan Soares tirou foto após se deparar com a peça em loja no Centro de Guarapari, no Espírito Santo, e tentou confirmar na internet se de fato este o novo uniforme rubro-negro. +Fábio Matias, do Flamengo, apoia jogo arrojado e elogia visão de Matheus França: "Olha pouco para a bola"

- Quando cheguei perto vi que as listras remetiam ao tremular das bandeiras que vinham divulgando. Aí eu joguei no Twitter para ver se alguém podia confirmar a veracidade da foto - disse Jonathan ao ge. A aparição da camisa em uma loja pegou de surpresa a muitas pessoas do Flamengo já que os novos materiais não chegaram nem mesmo ao almoxarifado do clube para que os funcionários do setor a preparem para o a utilização pelos atletas. O vazamento da imagem foi noticiado primeiramente pela "Coluna do Fla". A nova camisa foi aprovada há dois anos pela comissão de uniformes do clube.

[Globo.com]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.