Novo capítulo Flamengo x Globo: juiz determina que clube se manifeste sobre transmissão em até 24 horas

!O imbróglio entre Flamengo e Rede Globo está longe de ter um desfecho. E, na noite desta quarta-feira, mais um capítulo esquentou esta relação, em ebulição desde a publicação da Medida Provisória nº 984, pelo presidente Jair Bolsonaro, na última semana. Trata-se da decisão do juiz Ricardo Cyfer, da 10ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), que deu até 24 horas para o clube se pronunciar a respeito da transmissão de imagens dos jogos como mandante no Campeonato Carioca.

O LANCE! teve acesso ao documento na íntegra (veja abaixo). O juiz decidiu tal exigência após receber o pedido de tutela antecipada da Globo, nesta quarta, que visa impedir o Flamengo de transmitir os jogos do Carioca ou vender os direitos.

- Não se prescinde, na hipótese vertente, da oitiva da parte adversa, a fim de que, ponderadas as razões da conduta do réu, se possa mais acuradamente se decidir sobre a medida pleiteada, esta que tem repercussão econômica considerável na esfera privada das partes, mas também consequências de ordem social, sobretudo em se considerando o presente momento que atravessamos, com o impacto da pandemia da covid-19, a expressão populacional dos amantes do esporte ligados ao réu, tanto os que torcem a favor como os que o fazem contra, e a penetração do serviço oferecido pela autora em todas as camadas da sociedade - diz a decisão, concluindo:

- Assim, determino que se proceda à citação do réu, intimando-se-o para que, independentemente do prazo para contestação, manifeste-se nos autos, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas da intimação desta decisão, especificamente sobre o pedido de tutela provisória. Cite-se. Intimem-se. Cumpra-se com urgência pelo OJA de plantão.

Cabe destacar que o Flamengo sente-se respaldado e assegura que utilizará a FLA TV para transmitir imagens já na próxima quarta-feira, quando a equipe de Jorge Jesus receberá o Boavista, no Maracanã, pela 5ª rodada da Taça Rio.

Diante desta queda de braço, o clube, inclusive, emitiu uma contranotificação à Globo, também nas últimas horas, onde salienta que "não medirá esforços para exercer o seu direito garantido por lei" e que "não irá tolerar qualquer tipo de ameaça ou coação ao exercício de qualquer direito legítimo que lhe é garantido pelo ordenamento jurídico".

Ainda nesta nesta noite, através do Twitter, Rodrigo Dunshee, vice-presidente jurídico e geral do Flamengo, agradeceu aos rubro-negros pela prontidão quanto às novidades deste entrevero. E avisou: "Vamos vencer juntos".

- Obrigado, Nação... Entra um processo contra o Flamengo ou sai uma decisão, sou imediatamente avisado pelos milhares de advogados Rubro-negros sempre a postos para ajudar o clube. Estamos juntos e vamos vencer juntos. Nosso direito é bom e socialmente justo.

 

 

LANCE!


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.