Arena da Amazônia, estádio de Copa do Mundo, tem energia cortada por dívidas

Arena da Amazônia, um dos estádios da Copa do Mundo de 2014, teve sua energia cortada nesta terça-feira (24) pela Amazonas Energia devido uma dívida não paga. O estádio Amadeu Teixeira também sofreu com o mesmo problema. Juntos os dois estabelecimentos devem mais de R$ 39 milhões.

Segundo a Amazonas Energia, as contas não pagam são desde 2016. A empresa emitiu um comunicado após inúmeras negociações amigáveis e com notificação prévia.

“Ao todo, a dívida já supera o valor de R$39 milhões para as duas unidades consumidoras, desde o ano de 2016 até o presente ano. Após sucessivas tentativas de negociações amigáveis e com notificação prévia, a Amazonas Energia executou o corte das unidades consumidoras, consideradas serviços não essenciais e, portanto, passíveis de corte, perante a lei”, explicou a empresa.

Após a Copa do Mundo, a Arena da Amazônia recebeu diversos jogos das quatro divisões do futebol brasileiro, partidas da Seleção Brasileira e se tornou uma casa de shows.

[UOL]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.