Atlético-MG vive surto de covid-19 com mais dez casos confirmados

Agência Brasil

A poucas horas de entrar em campo pela Série A do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro confirmou mais dez casos do novo coronavírus (covid-19) na manhã desta quarta-feira (18), além de outros nove anunciados na última segunda(16).  Entre os infectados estão Réver (zagueiro), Guga (lateral-direito), Allan (volante), Eduardo Vargas (atacante) e Victor (goleiro). 

Também testaram positivo para covid-19, em exames realizados na noite de ontem (17), o diretor de futebol Alexandre Mattos, o supervisor da modalidade Carlos Alberto Isidoro, os analistas de desempenho Digo Alves e Gustavo Nicoline, e o segurança André Ricardo. O anúncio dos novos casos foi feito por meio de comunicado no Twitter.

"Seguindo rigorosamente todos os protocolos de saúde e zelando pelo bem estar de todos, o Atlético informa que, após a testagem da última segunda, repetiu os testes em todos os envolvidos no departamento de futebol, mesmo não sendo essa uma exigência dos protocolos da CBF. Na nova testagem, mais dez pessoas testaram positivo: o diretor de futebol Alexandre Mattos, o supervisor de futebol Carlos Alberto Isidoro, os analistas de desempenho Diogo Alves e Gustavo Nicoline, o segurança André Ricardo e os atletas Victor, Guga, Réver, Allan e Vargas.

Na última segunda (16) o zagueiro Gabriel, o treinador argentino Jorge Sampaoli e toda comissão técnica entraram em isolamento social após testes positivos para o vírus. 

Em meio ao surto, segue confirmado para às 19h (horário de Brasília) o duelo entre Galo e Athletico Paranaense, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em partida adiada da sexta rodada do Brasileirão.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.