Léo Ortiz é convocado pela seleção brasileira para amistosos de junho

O zagueiro Léo Ortiz, do Red Bull Bragantino, foi convocado hoje (17) pelo técnico Tite para compor a seleção brasileira nos amistosos contra Coreia do Sul e Japão, no mês que vem. Desta forma Tite passa a ter cinco opções para a zaga nestes jogos, pois já havia convocado Marquinhos, Thiago Silva, Éder Militão e Gabriel Magalhães na semana passada. Os amistosos acontecem nos dias 2 e 6 de junho, respectivamente em Seul e Tóquio. A convocação extra é uma precaução da seleção para possíveis problemas físicos entre os zagueiros.

"A Data-Fifa de junho é sempre muito crítica por coincidir com o final de temporada na Europa. Não é uma exclusividade da Seleção Brasileira, mas de diversas seleções que sofrem com essa incerteza na performance física do atleta associada ao desgaste natural provocado pelo acúmulo de jogos", diz Guilherme Passos, fisiologista da seleção brasileira.

 Aos 26 anos, Léo Ortiz já tem convocações no currículo e chegou a ficar no banco de reservas em cinco partidas, mas nunca estreou pela seleção brasileira. Ele ganha nova chance na penúltima Data-Fifa antes da Copa do Mundo deste ano, no Qatar —o Brasil ainda terá amistosos em setembro.

Os convocados fazem o primeiro treino com a seleção daqui a dez dias, em 27 de maio. Serão 11 dias de trabalho até o segundo amistoso, e então os jogadores estarão liberados para voltar a seus clubes ou para as férias (no caso de quem jogar na Europa). Com base nestas datas, Léo Ortiz deve perder ao menos três partidas do Red Bull Bragantino: duas contra o Goiás (uma pelo Brasileirão, outra pela Copa do Brasil) e uma contra o Internacional.

Convocados da seleção para amistosos:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras) Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Alex Telles (Manchester United) e Guilherme Arana (Atlético-MG)

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Gabriel Magalhães (Arsenal), Léo Ortiz (Red Bull Bragantino), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea)

 Meio-campistas: Bruno Guimarães (Newcastle), Casemiro (Real Madrid), Danilo (Palmeiras), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Aston Villa)

 Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City), Gabriel Martinelli (Arsenal), Matheus Cunha (Atlético de Madri), Neymar (PSG), Raphinha (Leeds), Richarlison (Everton), Rodrygo (Real Madrid) e Vinícius Jr. (Real Madrid)

                                      

[Uol]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.