Pandemia de covid-19 abala novamente eventos esportivos ao redor do mundo

Estadão

A situação que ocorreu no ano passado com cancelamento, adiamento e problemas para a realização de eventos esportivos internacionais está se repetindo novamente agora. O auge em 2020 foi que as três principais competições do calendário - Jogos Olímpicos, Eurocopa e Copa América de futebol - não fossem disputadas. Agora, com o crescimento dos números de casos e mortes por covid-19, muitos torneios já estão sendo postergados.

A pandemia fez um grande estrago no esporte no ano passado e já começa 2021 provocando problemas em diversos eventos. A princípio, a Olimpíada em Tóquio está mantida, assim como duas competições continentais importantes de futebol, como a Eurocopa e a Copa América. Mas o cenário de 2020 começa a ser repetir em muitas modalidades. Confira abaixo as principais mudanças até o momento.

Fórmula 1

A temporada começaria na Austrália em 21 de março, mas a organização informou que as provas naquele país e na China (marcada inicialmente para 11 de abril) serão adiadas por causa das restrições que as duas nações estão colocando para os viajantes. A princípio o calendário está mantido, mas no ano passado, dos 22 GPs previstos inicialmente, apenas 17 foram realizados.

Surfe

A WSL (Liga Mundial de Surfe, da sigla em inglês) cancelou a etapa de Sunset, no Havaí, que seria disputada entre 19 e 28 de janeiro. Também adiou a etapa em Santa Cruz, na Califórnia, que estava programada para 2 a 12 de fevereiro, por causa do aumento de casos de covid-19 no estado americano e pela dificuldade de deslocamento internacional dos surfistas.

Futebol

Na Inglaterra, onde a pandemia está muito forte, diversas partidas do Campeonato Inglês e da Copa da Inglaterra foram suspensas. Apesar da situação preocupante no continente, a Uefa não cogita no momento modificar a data de realização da Eurocopa, prevista para 11 de junho a 11 de julho.

Basquete

Principal liga do mundo, a NBA está sofrendo com o fechamento de centros de treinamentos de equipes e reagendamento de partidas da temporada que começou em dezembro. Já a NHL, de hóquei sobre gelo, adotou um calendário reduzido e reorganizou geograficamente as divisões para tentar lidar com o crescimento vertiginoso da pandemia nos Estados Unidos.

Tênis

Depois de diversos eventos cancelados em 2020, o Aberto da Austrália está confirmado para 8 a 21 de fevereiro sob muita expectativa. A organização adotou rígido protocolo com o objetivo de realizar o Grand Slam. Os tenistas que vão participar precisam chegar com antecedência no país e realizar uma quarentena obrigatória de 14 dias em Melbourne.

Handebol

O Mundial masculino está sendo disputado no Egito e as seleções estão dentro de uma "bolha" para tentar evitar a contaminação. Pelas medidas adotadas, as equipe só podem sair dos hotéis para treinar e jogar, para evitar risco de contágio. Mesmo assim já foram detectados diversos casos de covid-19 entre atletas e comissão técnica.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.