Série B: duelo com Vitória marca volta de Ney Franco ao Cruzeiro

A novidade do Cruzeiro para o jogo desta sexta-feira (11), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Vitória, no Mineirão, está no banco de reservas. É que a partida marca a estreia de Ney Franco na Raposa, que está na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro e não vence há cinco rodadas: soma três derrotas e dois empates. 

O treinador não é exatamente um rosto novo. Ele trabalhou por 11 anos nas categorias de base do clube e dirigiu a equipe principal em algumas ocasiões, entre 2002 e 2004, de forma interina. Em 2004, uma parceria com o Ipatinga levou jovens formados na Raposa, além do próprio técnico, ao Vale do Aço. A experiência o projetou no futebol profissional. No ano seguinte, o Ipatinga de Ney foi campeão mineiro contra o próprio Cruzeiro. Em 2006, chegou à semifinal da Copa do Brasil. O trabalho chamou atenção do Flamengo, que contratou o treinador.

O retorno após 16 anos - e mais 10 clubes no currículo, além da seleção brasileira sub-20 - se dá no pior momento da história cruzeirense. Na segunda divisão, a Raposa tem só cinco pontos em oito jogos e figura em 17º lugar. O empate por 1 a 1 com o CRB, também no Mineirão, na segunda-feira (7), tirou a equipe temporariamente do Z-4, mas, o ponto obtido pelo Figueirense na terça-feira (8), fora de casa, diante do Cuiabá, recolocou os mineiros entre os quatro piores times do campeonato.

Em condições normais, o Cruzeiro estaria hoje com 11 pontos, na 10ª posição. O clube, porém, foi punido pela Fifa antes de a Série B começar. A equipe teve seis pontos retirados pelo não pagamento do empréstimo do volante Denílson, em 2016, pelo Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos. Em agosto, o presidente Sérgio Santos Rodrigues disse, em reunião do Conselho Deliberativo celeste, que os árabes pediram, inclusive, o rebaixamento do time mineiro à Série C do Brasileiro.

Contra o Vitória, o desfalque é o meia Henrique, com uma lesão na panturrilha - o provável substituto será Jean. O Rubro-Negro baiano, por sua vez, tem vários problemas para encarar a Raposa. Os laterais Van, Rafael Carioca e Léo Morais, o zagueiro Maurício Ramos e o atacante Alisson Farias estão contundidos, enquanto o meia Marcelinho e o atacante Jordy Caicedo cumprem suspensão. O time dirigido por Bruno Pivetti bateu o Cuiabá no último sábado (5) por 4 a 2 e está em oitavo, com 15 pontos.

O primeiro jogo da Série B nesta sexta (11), começa às 19h15: o Avaí recebe a Ponte Preta na Ressacada. O Leão é o 11º, com nove pontos e vem de derrota no clássico com a Chapecoense, por 1 a 0. Já a Macaca, com 14 pontos, venceu quatro dos últimos cinco jogos e mira o G-4. A equipe de Campinas (SP) está em sexto lugar.

A nona rodada da Série B continua no fim de semana, com mais quatro partidas. No sábado (12), às 11h, o Brasil de Pelotas visita o Guarani no Brinco de Ouro, em Campinas. Às 16h30, o Sampaio Correia mede forças com o Operário de Ponta Grossa no Castelão, em São Luís. Já às 19h, nos Aflitos, o Náutico pega o Botafogo de Ribeirão Preto. No domingo, às 11h, Oeste e CSA realizam o duelo entre os dois últimos colocados na Arena Barueri.

A rodada será concluída somente em 14 de outubro, com CRB e Chapecoense, no Rei Pelé, em Maceió. Isto porque no próximo domingo, o Verdão do Oeste decide o título catarinense com o Brusque, às 16h. Por isso, o duelo pela Série B teve que ser reagendado.

Confira AQUI a tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Agência Brasil


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.