Furacão e Inter jogam primeira final nesta quarta-feira (11)

Chegou a hora da decisão e não tem mais para onde correr. A primeira das duas partidas da finalíssima da Copa do Brasil, que vai encher o cofre do campeão com mais de R$ 50 milhões, terá seu primeiro capítulo contado na noite desta quarta-feira (11), no confronto entre Athletico Paranaense e Internacional.

O primeiro cenário desta história será a Arena da Baixada. Apoiado pela torcida, que deve lotar o estádio, o Furacão tem o retorno do zagueiro Léo Pereira, que estava suspenso na semifinal contra o Grêmio. Além do defensor, Madson e Tonny Anderson ficam à disposição de Tiago Nunes. Os dois atletas não entraram em campo contra o Tricolor Gaúcho por questões contratuais. 

O time paranaense quer construir um bom resultado no jogo de ida em busca do título inédito.

Do lado do Colorado, os desfalques permanecem sendo Natanael, Rodrigo Dourado e Matheus Galdezani. De resto, a equipe comandada por Odair Hellman não deve mudar. Guerrero abriu mão da convocação do Peru para permanecer no Inter e jogar a final. O jogador é a principal esperança de gol do time. O Colorado busca o bicampeonato e a quebra de um jejum incômodo. São 27 anos sem vencer um título nacional.

A bola rola para Athletico Paranaense e Internacional a partir das 21h30, horário de Brasília.

 

 

Agência do Rádio


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.