Derrota no clássico faz São Paulo perder várias marcas positivas

Lance!

Mais que ver o Internacional diminuir a distância na vice-liderança para três pontos, o São Paulo viu várias invencibilidades caírem na derrota para o Santos, por 1 a 0, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

A começar pelos clássicos no Morumbi nesta temporada. O Tricolor havia disputado três jogos contra os rivais no estádio durante o ano, com duas vitórias (contra Santos e Corinthians) e um empate (Corinthians). Porém, com a derrota no último domingo, viu essa série positiva cair.

Outro tabu que foi quebrado é a invencibilidade do São Paulo no estádio. A derrota para o Peixe foi a primeira do Tricolor no Brasileirão em casa. A última derrota tinha sido para o Mirassol, ainda nas quartas de final do Campeonato Paulista, quando foi eliminado do estadual.

Além disso, o São Paulo conseguia bons resultados e não via duas derrotas seguidas acontecerem desde março de 2020, quando saiu derrotado para Binacional, na Libertadores e Botafogo-SP - com os reservas - pelo Paulistão.

Não foi somente o time que viu marcas positivas serem quebradas. O técnico Fernando Diniz o meia-atacante Vitor Bueno ainda não haviam perdido pro Santos desde suas chegadas no São Paulo. Diniz vinha de quatro jogos contra o Peixe, com duas vitórias e dois empates, mesmos resultados de Bueno.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.