Dudu Dantas não renova contrato com o Bellator e deseja lutar no UFC

Após perder Michael Chandler, o Bellator sofreu mais uma baixa de peso em seu plantel. Dudu Dantas, ex-campeão dos galos (61,2kg) não renovou e nem pretende firmar um novo compromisso com a organização, apesar de seu bom histórico na empresa, porque prefere testar o mercado e estudar as propostas. Principalmente, se o UFC for um dos interessados em seus serviços.

Ao site norte-americano MMA Fighting, o brasileiro informou que foi pego de surpresa com o final de seu contrato e foi procurado para assinar um novo, porém não estava disposto a ficar preso por tanto tempo. Além disso, Dudu foi claro que deseja competir contra os melhores lutadores e sonha em integrar o UFC.

"Lutei em junho e planejava lutar novamente em novembro ou dezembro, mas descobri que meu contrato chegou ao fim. Se eu voltasse a assinar com o Bellator, seria por mais dois anos. Estou com 31 anos e decidi estudar outras propostas. É hora de buscar algo maior, voar mais alto e ver o que o futuro reserva para mim. Há apenas um caminho, que é o UFC. É isso que faria meu coração bater mais forte, trabalhar mais duro do que nunca e acordar cedo para treinar duas ou três vezes por dia. Meu desejo é mostrar minha experiência e juventude no UFC", disse Dudu.

Apesar da saída, o brasileiro fez questão de ressaltar que sempre terá um carinho especial pelo Bellator, pois foi a organização que lhe deu destaque e agradeceu pela forma como foi tratado.

"Eu conquistei muitas coisas nesses nove anos. Fui o primeiro brasileiro a ser campeão do Bellator e voltei a ser campeão em 2016. Fiz grandes lutas e enfrentei todos os galos. Sou muito grato. Só tenho coisas boas a dizer sobre o Bellator pela forma como eles me trataram. Tudo que me tornei como atleta e como homem, devo ao Bellator. Serei eternamente grato. Isso servirá como experiência para onde quer que eu vá", finalizou.

Dudu Dantas estreou pelo Bellator em 2011 e foi bicampeão do peso galo. Pela organização, o brasileiro disputou 16 lutas, venceu onze e perdeu cinco.

 

Super Lutas

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.