Morre Alex Apolinário, 4 dias após parada cardiorespiratória em campo

Agência Brasil

O jogador brasileiro Alex Apolinário não resistiu à parada cardiorespiratória que sofreu no último domingo (3) e faleceu nesta quinta-feira (8)  em Portugal. O atleta, de 24 anos, defendia clube português Alverca, que publicou uma nota no Instagram comunicando a morte cerebral do atleta de 24 anos.

"Com profundo pesar comunicamos, de acordo com as informações prestadas pelo corpo médico do Hospital de Vila Franca de Xira, o falecimento por morte cerebral do nosso atleta Alex Sandro dos Santos Apolinário, esta manhã.O FC Alverca Futebol SAD prestará todo o apoio necessário a seus familiares. Neste momento de luto todas as atividades do FC Alverca estão canceladas", disse o clube português.

O jogador teve a parada cardíaca aos 27 minutos da primeira etapa do duelo entre  Alverca e UFC Almerim, domingo passado. Ele chegou a ser reanimado com ajuda de um desfribilador, e depois foi encaminhado pelos bombeiros ao hospital local. 

Natural de Ribeirão Preto (SP), Alex Apolinário chegou ao Alverca no início de 2019. No Brasil, teve passagens por Cruzeiro, último clube que atuou no país, Botafogo-SP e Athletico-PR. Pelas redes sociais, os clubes prestaram homenagens ao jogador.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.