IAPEM emite nota para esclarecer resgate de detento durante feira

Diante da polêmica gerada em torno da matéria em que um preso da Unidade penitenciária Francisco de Oliveira Conde (FOC) foi resgatado por integrantes de uma facção criminosa das mãos de um agente penitenciário, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen/AC) por meio nota diz que instaurou uma sindicância para apurar os fatos e ressalta que o fugitivo está sendo procurado.

O fato aconteceu na última segunda feira (01), enquanto o preso, Marcos Cunha Lindosa e mais sete detentos participavam de uma feira de artesanato que acontecia no Mercado Velho, por consentimento judicial da juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos.

De acordo com a nota divulgada pelo instituto, o detento foi liberado para participar da feira onde estavam sendo expostos produtos confeccionados na unidade prisional, por apresentar bom comportamento durante o cumprimento da pena, pela Portaria de Trabalho Interno, desde janeiro de 2016, conforme requisitados nos Artigos 1º e 2º, pela Portaria nº 14, de 30 de abril de 2015, da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Acre.

Por fim o instituto ressaltou que todas as forças policiais estão empenhadas na busca pelo fugitivo.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.