Moradores atualizam cadastro para receber título definitivo

 “Não vejo a hora de ter o documento definitivo da minha propriedade nas mãos.” O relato é da dona de casa Elizenilda Moura, moradora do bairro Recanto dos Buritis, em Rio Branco, que resolveu as pendências existentes em seu cadastro e agora se prepara para receber o título definitivo do seu lote urbanizado.

O trabalho de atualização dos dados dos 666 lotes da poligonal de intervenção da Zona de Atendimento Prioritário 5 (ZAP 5), que contempla os bairros Recanto dos Buritis e Santas Inês, é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Habitação (Sehab). O atendimento começou nesta segunda-feira, 18, e vai até o próximo dia 22, das 8 às 12 e das 14 às 17 horas, na Escola Estadual Josué Fernandes.

Entre os problemas identificados no cadastro das famílias está a inelegibilidade nos documentos de identificação. “Pelo menos 60% dos documentos pessoais dos moradores está inelegível, e existem questões de mudança de endereço, venda ou troca do lote, falecimento, entre outras pendências. Tudo isso trouxe a necessidade dessa atualização”, disse o técnico urbanístico da Sehab, Saulo Barrozo.

O título definitivo do imóvel garante segurança jurídica sobre a posse da propriedade, além de possibilitar o acesso às diversas políticas públicas e de crédito em agências de fomento e também aos bancos privados.

“Você vê famílias que está há décadas morando numa casa. Elas têm a posse da casa, mas não são as legítimas proprietárias. Com o título, elas poderão registrar e ter segurança jurídica”, comentou a secretária de Habitação Janaína Guedes.

A previsão para a entrega dos 666 títulos nos dois bairros, pelo governo do Estado, é para setembro deste ano.

Agência

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.