Modelo de educação integral visa reduzir índice de violência em escolas públicas do Estado

 

Kátia Farias, da TV Rio Branco

As frequentes brigas envolvendo alunos nas escolas publicam da rede estadual de ensino vem chamando a atenção dos gestores e estudiosos da área educacional. Para o diretor de ensino Josenir Calixto, da secretaria de educação, o que se trabalha neste momento é a implantação de um sistema educacional integral que absorva todo o conhecimento sensível desses atores e faça uma adequação ao ensino inteligível institucionalizado.

A igualdade educacional vai possibilitar um futuro melhor para esses jovens e reduzir o índice de problemas existências vivenciado por cada um em seu contexto social, conforme o diretor.

Para o gestor, a má distribuição de renda, possibilitando o desequilíbrio econômico no campo tecnológico, faz com que os adolescentes e jovens se rebelem. Esse comportamento vai aos poucos interferindo no desenvolvimento educacional.

A escola, em seu papel integral, vai possibilitar uma educação voltada para equilibrar essas diferenças. Trabalhar o contexto social vivenciado por esses atores, principalmente sua relações interpessoais, é, para o educador, um dos maiores desafios para a escola na atualidade.

Atualmente as escolas da rede estadual de ensino já trabalham projetos extra-sala visando o envolvimento familiar nas atividades educacionais. Josenir assegura, ainda, que na escola o aluno apenas reproduz um comportamento vivido em família e se essa postura não condiz com o processo educacional, é necessário que se trabalhe todo o contexto vivido por esse educando.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.