Enem 2019: Gabaritos serão divulgados no dia 13 de novembro

Os gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão divulgado no dia 13 de novembro, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Texeira (Inep). Os participantes poderão acessar os gabaritos pelo portal do Inep ou pelo aplicativo do Enem. Os candidatos deverão ficar atentos para conferir o gabarito relativo à cor de prova que fez em cada domingo de aplicação.

Vale ressaltar que, mesmo com o gabarito em mãos, não será possível saber a nota final do exame. Os resultados individuais do Enem 2019 serão divulgados na Página do Participanteou no aplicativo do Enem, a partir de consulta com CPF e senha, em janeiro de 2020. 

Neste domingo, 3, os candidatos fizeram a redação e 90 questões de Linguagens e Ciências Humanas. O tema da dissertação foi a "Democratização do acesso ao cinema no Brasil", que osprofessores de cursinho ouvidos pelo 'Estado' consideraram "neutro". O tema da redação foi divulgado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, nas redes sociais poucos minutos após o início da prova.

Minutos após o início do Enem 2019 já circulava nas redes sociais a imagem da página com a proposta da redação. O Inep confirmou que a imagem é real, mas diz que o vazamento não prejudicou o andamento do exame.

Análises feitas até o momento, de acordo com o ministro, indicam que o vazamento teria sido provocado por um aplicador de provas que, notando a ausência de três candidatos, teria aberto os cadernos e fotografado. Apesar do vazamento, o ministro classificou o primeiro dia da aplicação de prova como “tranquila”.

As questões do primeiro dia de prova abordaram temas como violência contra a mulher, racismo e discurso de ódio nas redes sociais, mas passou longe de temas sensíveis a Bolsonaro. Nenhuma das 90 questões trouxe, por exemplo, a temática LGBT, que foi criticada pelo presidente Jair Bolsonaro na edição passada.

O primeiro dia de prova do Enem apresentou uma das mais baixas abstenções da história, de acordo com a informação do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Dos 5,095 milhões de inscritos, 3,92 milhões compareceram à prova. A abstenção ficou em 23,7%. A expectativa, no entanto, é que o número aumente no próximo domingo, quando será realizada a segunda etapa da prova. 

 

COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.