Movimento estimula sociedade a comprar dos pequenos negócios

O governador Tião Viana prestigiou na manhã desta quarta-feira, 5, o lançamento do Movimento Compre do Pequeno Negócio. Organizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a campanha conta com o apoio do governo do Estado e visa incentivar o consumo de produtos e serviços em empresas que faturam no máximo R$ 3,6 milhões por ano, fomentando a economia regional. A data-chave da campanha é 5 de outubro, dia de criação da lei que reconhece a microempresa.

Segundo levantamento do Sebrae, mais de 95% das empresas brasileiras são pequenos ou micronegócios. Só o Acre possui 13 mil empreendimentos do tipo, correspondendo a 27% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado e responsável por 53% da geração de empregos.

O superintendente do Sebrae Acre, Mâncio Lima Cordeiro, ressalta que é necessário criar uma cultura para que as pessoas entendam a valorização dos pequenos negócios. “O cenário do Brasil é de crise, mas não podemos nos encolher. Temos que encontrar as oportunidades para vencê-la. E o Sebrae quer mostrar para a sociedade a importância de comprar do pequeno negócio”, conta.

A Secretaria de Pequenos Negócios (SEPN) foi criada pelo governador Tião Viana e já realizou o fomento de 15 mil atividades em todos os municípios. Hoje, com o programa de feiras percorrendo o Estado, o secretário Henry Nogueira ressalta: “O pequeno negócio precisa de oportunidades. Fazemos um intenso trabalho nesse sentido e somos parceiros do Sebrae nessa campanha”.

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, fala de ações da prefeitura, como a revitalização do Mercado do XV, a tão sonhada reforma do Mercado do Bosque e a criação do Shopping Popular no camelódromo, em prol dos pequenos negócios. “Estamos aqui reafirmando o compromisso com essa população batalhadora que tem grande responsabilidade em nossa economia”, disse.

Agência de Notícias do Acre


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.