Queiroga culpa estados por falta de vacina e cita desrespeito ao PNI

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira (13) que a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil já é "um sucesso". O ministro disse ainda que a reclamação de que falta vacina para aplicação da segunda dose é uma "narrativa". No contexto político atual, a palavra "narrativa" é usada de forma pejorativa para apontar uma versão dos fatos que não corresponde à realidade.

Queiroga afirmou que estados não respeitaram as orientações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) e aceleraram, por exemplo, a antecipação dos intervalos entre doses e a vacinação dos adolescentes. "Eu também falei que quem adotasse esquemas diferentes do PNI não teria garantias de doses", disse Queiroga. 

'Reclamadores crônicos'

Queiroga afirmou que há "reclamadores crônicos" no país e usou sua recente visita ao Amazonas para criticar diretamente o estado de São Paulo. 

Falta de doses nos estados

Na sexta-feira, levantamento do G1 apontou que a aplicação da segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 tinha sido suspensa em diversas cidades no Brasil devido à falta do imunizante. Havia vacinação suspensa em postos de 5 estados brasileiros: São Paulo, Rio Grande do Norte, Tocantins, Rondônia e Mato Grosso do Sul.

Na cidade de São Paulo, o desabastecimento já chegava a quase 100% dos locais autorizados para a aplicação. A vacinação no Espírito Santo, em Minas Gerais e em Santa Catarina poderia ser interrompida na próxima semana, caso não houvesse novas remessas da AstraZeneca.

[Globo.com]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.