Plácido de Castro recebe primeiro Festival do Surubim

A população de Plácido de Castro, distante cerca de 100 quilômetros de Rio Branco, está em festa a partir desta quinta-feira, 3, com a realização do 1º Festival do Surubim.

A cidade já tem tradição na realização de festivais de praia. Só que a prefeitura decidiu investir em um evento que fosse além do entretenimento.

A decisão foi realizar, em parceria com o governo do Estado e o Sebrae, um festival que mostrasse um pouco do setor produtivo da região. “Queríamos transformar o festival em uma atividade comercial também. Decidimos pelo surubim, que é uma das espécies de peixes mais bonitas que temos e possui um valor comercial grande e é importante para o sustento de muitas famílias de pescadores”, destaca Francimar da Silva, secretário de Turismo de Plácido de Castro.

Governo participa do festival

A Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) irá aproveitar a realização do evento para apresentar os investimentos que o governo do Estado tem feito ao longo dos últimos anos na cadeia produtiva da piscicultura.

Outra preocupação é com a questão ambiental. Como a pesca do surubim é uma das principais atividades econômicas do município, a construção de tanques e a assistência técnica são importantes para garantir que a espécie não desapareça dos rios da região.

“Temos um trabalho em parceria com a colônia de pescadores. Vamos aproveitar o festival e mostrar em nosso estande a criação da espécie, que é uma das comercializadas pelo Complexo de Piscicultura do Acre. Com isso, os pescadores podem se tornar criadores e temos a garantia de ter sempre o peixe no rio”, afirma Diogo Sobreira, coordenador das cadeias produtivas da Seaprof.

A programação do primeiro Festival do Surubim tem início nesta quinta-feira, 3, a partir das 20 horas, com show evangélico. Até domingo, 6, a programação conta com exposição de artesanato, praça de alimentação, esportes e shows nacionais e internacionais, com destaque para o show do cantor Xande de Pilares, ex-vocalista da Banda Revelação.

As atividades têm início sempre às 10 horas, na Praia do Mirante.

Agência de Notícias do Acre


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.