Sebrae promove Seminário e Rodada de Crédito em Brasileia

            Nos dias 29 e 30 de novembro, o Sebrae no Acre realizou Seminário e Rodada de Acesso ao Crédito em Brasileia, por meio do programa Sebrae Mais Finanças. A iniciativa busca auxiliar na ampliação de acesso aos recursos e serviços financeiros, além de promover orientação de gestão financeira, para contribuir na geração de um ambiente de negócios mais competitivo.

O evento contou com apoio do Senac, e com a presença das seguintes instituições financeiras: Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Sicredi e Sicoob.

Obter crédito é a principal dificuldade dos empresários, o que faz com o que o crescimento das empresas fique limitado. Diante disso, o Sebrae atuou para aproximar as empresas locais das instituições financeiras, ofertando também suporte a eles, como consultorias financeiras e atendimentos relacionados a outras áreas de seus negócios. 

“Essa iniciativa parte de uma necessidade do nosso cliente, que é obter acesso a crédito. Identificamos essa necessidade em pesquisas, e a nossa diretoria técnica nos orientou a buscar as instituições financeiras para que fosse realizado o evento. Convidamos todas as instituições financeiras para participarem, para que o empresário possa obter crédito na medida que ele precisa, atendendo a necessidade que ele tem”, destacou o analista do Sebrae no Acre, Aldemar Maciel.

            No Seminário de Crédito, os bancos apresentaram seus principais produtos e serviços financeiros aos empresários. Na Rodada de Crédito, foi feita a aproximação do empresário com um agente financeiro, para que ele possa investir em seu negócio ou quitar débitos acumulados.

            “É uma chance de crescimento, porque o que está faltando para a nossa região é oportunidade, muitas vezes temos um capital de giro muito pequeno e não tem como crescer da forma que queremos. Para mim proposta foi boa, a gente tem uma explicação melhor do que deve ser feito para chegar até o crédito, isso para mim foi muito bom”, declarou o empresário José Nogueira, da Relojoaria Cites-Cel.

            Os consultores do Sebrae darão suporte e orientações aos empreendedores antes, durante e depois da Rodada de Crédito, para a melhor utilização das opções disponíveis para cada negócio.

[Assessoria]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.