Prefeitura inicia reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente na Sobral

A atual gestão segue compromissada com a população em proporcionar uma Rio Branco mais digna de se viver, por isso, na manhã desta quarta-feira (30), a prefeitura da capital por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), iniciou mais uma de suas ações históricas, o reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente (APPs).

A ação é uma iniciativa que tem como foco principal aumentar o quantitativo de árvores plantadas, com o objetivo de diminuir a pressão ambiental e o avanço das formas inadequadas de uso e ocupação dessas áreas, bem como combater os danos ambientais e mitigar os problemas como, por exemplo, a disposição irregular dos resíduos sólidos, lançamento de esgoto “in natura”, queimadas e outros.

O reflorestamento iniciado nesta manhã, no Igarapé Sobral, na Bacia do Sobral, consiste na plantação em 9 hectares de APP, algo equivalente a 10 campos de futebol, com o plantio de 2 mil mudas distribuídas entre 10 espécies florestais e 14 frutíferas.

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom, esteve presente na solenidade e expressou satisfação em ver que a gestão está cada vez mais atuante nas questões ambientais.

“Esse é o compromisso da Prefeitura de Rio Branco, na prática, com o meio ambiente, então esse plantio de árvores que faremos aqui nessa região grande onde muitas árvores serão plantadas, não tenho dúvida nenhuma que vai mostrar não só ao Brasil, mas ao mundo o nosso compromisso com o meio ambiente”, disse.

O secretário municipal da Semeia, Carlos Nasserala, explicou que a prefeitura tem até 2025 para plantar 12 hectares em APP na capital, mas que com o início desse plantio na Bacia do Sobral, a gestão estará reflorestando no decorrer de três meses um trabalho que seria feito em três anos.

“Temos que saber que há 12 anos foi feito esse desmatamento dessa APP e nunca foi plantado uma única árvore pelo poder público e hoje o prefeito Tião Bocalom, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente está fazendo uma diferença em nosso município”, enfatizou.

Ainda de acordo com o secretário da Semeia, o reflorestamento não ficou exclusivamente voltado apenas para o plantio das árvores, mas também com a Educação Ambiental, excetuada pela Semeia em parceria com a Creche Maria Silvestre de França, onde as crianças puderam aprender sobre a importância do cuidado com a natureza.

Durante a solenidade, uma turma apresentou a música “A História de um Igarapé” e, em seguida, participou do plantio das mudas de árvores florestais e frutíferas. A diretora da creche, Rosa Maria Sales, falou sobre a importância dessa educação ambiental nos primeiros anos de vida das crianças.

“Esse projeto está contribuindo muito no processo de ensino e aprendizagem das nossas crianças e só temos a agradecer, estamos muito felizes por mais projetos e ações dessa natureza”, expressou.

A vice-prefeita Marfisa Galvão, fez questão de participar do momento do plantio das mudas e falou sobre a gestão estar realmente empenhada em educar ambientalmente a comunidade, para que possam ser parcerias da prefeitura.

“Essa é uma das várias ações que a prefeitura já vem executando e com isso vamos alcançando as metas que são os objetivos da ODS, pertencente a agenda da ONU para que possamos alcançar realmente o desenvolvimento sustentável”, disse.

Os secretários Valtim José (SMCC), Cid Ferreira (Sefin e Seinfra), Nabiha Bestene (Seme) e Joabe Lira (SMCCI) estiveram presentes na ação de reflorestamento, assim como o diretor-presidente da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), Pedro Aragão e o assessor especial de Articulação Institucional, Helder Paiva.

[Assecom/PMRB]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.