Ifac tem funcionamento comprometido após bloqueio orçamentário

O novo bloqueio orçamentário por parte do Governo Federal, anunciado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal (Conif) e que atinge as Instituições de Ensino Superior, trará sérios prejuízos para o Instituto Federal do Acre (Ifac).

Realizado na segunda-feira (28.11), em pleno horário do jogo do Brasil na Copa do Mundo, o bloqueio nas contas das instituições de ensino superior do país, atingiu o Ifac no equivalente a R$ 1.939.452,91, em relação a repasses realizados pelo governo federal.

Além disso, R$ 3.113.041,39, que são oriundos de Termos de Execução Descentralizada (TED) e que tinham sido definidos para liberação até o final de 2022 com a Secretaria de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Setec), serão bloqueados. 

Os valores bloqueados mostram que as ações desenvolvidas pelo Ifac nas áreas do Ensino, Pesquisa e Extensão, além do pagamento de segurança, limpeza, energia elétrica, diárias e passagens sofrerão um grande impacto neste final de ano.

A reitora Rosana Cavalcante dos Santos e o pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Prodin), Ubiracy da Silva Dantas, fizeram uma avaliação do impacto no dia a dia da instituição.

“Desde as aulas práticas, que terão que ser desmarcadas, até a mudança da Reitoria para o novo prédio, prevista para este final de ano, sofrerão com o bloqueio. Além disso, despesas essenciais para o funcionamento do Ifac estão comprometidas, inviabilizando o papel primordial da nossa instituição, que é oferecer educação pública, gratuita, de qualidade e inclusiva para a sociedade”, destacou Rosana Cavalcante dos Santos.

“Estes recursos, oriundos de TEDs, têm destinação certa: a instalação dos Laboratórios IFMaker, aquisição de mobiliários para a nova Reitoria e para a realização de cursos voltados para a Educação de Jovens e Adultos. Com o bloqueio, o Ifac não poderá realizar estas ações, prejudicando não só a instituição, como também a sociedade”, destacou Ubiracy Dantas.

Veja abaixo, o quadro com os valores de Termos de Execução Descentralizadas (TED) que o Ifac tem para receber até dezembro de 2022:

- Laboratórios IFMaker: R$ 468.499,52
- Mobiliários para Reitoria: R$ 1.067.541,87
- Educação de Jovens e Adultos: R$ 1.577.00,00
- Total: R$ 3.113.041,39

Com a decisão do Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), de retirar todos os limites de empenho distribuídos e não utilizados pelas instituições, enquanto define um valor efetivo para o bloqueio orçamentário, o Ifac terá que refazer e reavaliar todos os empenhos.

“Diárias e passagens também serão canceladas, caso não tenham sido realizadas, com prejuízo para alguns eventos fundamentais planejados para este final de ano. Vamos rever somente os prioritários e os demais, iremos cancelar”, enfatiza Ubiracy Dantas.

Dentre os diversos prejuízos que o Ifac terá, destaca-se, ainda, a perda de contratos e que deverão ser licitados novamente, caso não seja revisto o bloqueio orçamentário.

Esta não é a primeira vez que o Ifac e as instituições de ensino superior têm recursos bloqueados. Desde maio deste ano, por exemplo, o Ifac tem sofrido com bloqueios orçamentários.

 

[Assessoria]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.