Cicleata Azul chama atenção para os cuidados com a saúde masculina

Envolver os servidores e demais pessoas em prol da saúde masculina foi uma maneira de chamar atenção para o combate ao câncer de próstata. Por isso, a Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), em Rio Branco, realizou no último sábado, ação de enceramento da campanha do Novembro Azul desenvolvida durante todo o mês na instituição.

O percurso do passeio ciclístico foi leve e ocorreu nas principais ruas de Rio Branco. A ação social foi idealizada pela administração da Fundhacre, coordenada pelo presidente da instituição, João Paulo Silva. Cuidar da saúde também é coisa de homem, como está enfatizado na campanha, logo, o  gestor da Fudnhacre, descatou:  “Atividades dessa magnitude são essenciais para o bem-estar dos colaboradores, e essas ações visam a manutenção da qualidade de vida, é assim que se constrói um ciclo de cuidado e hábitos saudáveis”.

O evento foi especial, pois abrangeu a família, e possibilitou encontros. Após a cicleata houve entrega de prêmios. “Incentivar novas experiências no núcleo da saúde, faz parte da nova gestão da Fundhacre, esse momento compartilhado com colegas de trabalho e familiares foi muito bom, além de que, praticar um exercício físico diminui o stress”, relatou o servidor da Fundhacre, Demis Sousa.

Ações para o homem

Cortes de cabelo, ventosoterapia e auriculoterapia e atendimentos assistenciais foram serviços disponibilizados ao decorrer de novembro, eles eram ofertados nas sextas-feiras. Essa atenção de cuidar, e levar o melhor para os funcionários da instituição é uma prova de respeito e cortesia. “É importante ficar atento à saúde, nossa missão como servidor é acolher, atender e estabelecer redes de cuidado, mostrando aos outros homens que devemos falar sobre cuidados diários na saúde do homem e a prevenção ao câncer de próstata”, disse Geremias da Silva, funcionário da Fundhacre.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.