Governo amplia em 50% sistema de tratamento de água de Feijó

Como parte das ações pelo saneamento integrado em todo o Acre, o governador Tião Viana inaugurou nesta quarta-feira, 28, a ampliação em 50% do sistema de tratamento de água de Feijó.

Se antes a Estação de Tratamento de Água (ETA) era capaz de tratar 60 litros por segundo, agora essa produção saltou para 90.

“Este é um dos meus esforços, porque sei o que isso significa para a saúde. Com a água em todas as residências, diminuímos a mortalidade infantil e o número de internações por doenças infecciosas. Porque o grande vetor para mudar a qualidade de vida de uma população é distribuir boa água. E aqui nós temos o maior programa de saneamento integrado do Brasil, alcançando 90% das ruas do Acre”, conta Tião Viana.

Ainda assim, a distribuição de água em Feijó já seguia um ritmo confortável, sendo diária e com 3.300 ligações residenciais – duas mil só no bairro Conquista, que as recebeu nos últimos anos.

A produção também em Feijó é 24 horas por dia, contando com uma equipe completa do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa).

O diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães, completa: “O governador Tião Viana foi quem fez o maior investimento em saneamento no Acre. E só na interligação do bairro Conquista, nós aumentamos em 180% a rede de água de Feijó. Mas o abastecimento de água aqui já é bom. O que nós inauguramos hoje é uma prevenção, que irá garantir que Feijó tenha água todos os dias, 24 horas, por muito tempo”.

O deputado federal Moisés Diniz também participou da solenidade de inauguração e ficou maravilhado com os avanços conquistados.

“Agradeço a oportunidade de que minha primeira ação como deputado em Feijó seja a de participar desse aumento de produção de água. Isso é uma conquista, pois o abastecimento de água nunca foi prioridade de muitos governos do passado”, declarou.

Agência de Notícias do Acre


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.