Governo fortalece educação com reforma de escolas rurais em Senador Guiomard

Dando continuidade às reinaugurações de escolas rurais, o governo do Acre por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) entregou, na última semana, mais três instituições inteiramente reformadas. Desta vez, as reformas contemplaram o município de Senador Guiomard, distante 24 quilômetros da capital acreana.

Agora, são mais 500 alunos beneficiados diretamente com a reforma das três escolas: Elzira Angélica, no KM 06 da Estrada de Boca do Acre – Projeto de Assentamento Pirão de Rã, Carlos Casavecchia, no Km 32 da BR-364 e São José IV, situada no Km 58 da BR-364.

Aldacilene de Souza Viana é professora da escola Elzira Angélica, que atende hoje aproximadamente 128 alunos. Para ela, a melhora significa atrair mais crianças e alfabetizar mais adultos. “Isso ajuda muito a comunidade escolar porque aumentamos o número de matriculados. Com a reforma, eles se sentem mais atraídos pela instituição”, comenta.

A instituição atende do 1º ao 5º ano, nível médio, salas multisseriadas e, ainda, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Quero Ler, que passou a funcionar no último dia 25 deste mês de junho.

Maísa da Silva, mãe da pequena Evelly Silva, de 11 anos, comemorou as melhorias feitas na instituição em que a filha estuda. Segundo ela, “a escola só oferece coisas boas e, agora, só tem a melhorar os estudos de todos os alunos. Tem todo o conforto, é aconchegante. Não temos do que reclamar daqui”, conta. A disciplina que Evelly mais gosta é matemática, e com a reforma, ela diz que “a escola mudou muito, ficou melhor, e já posso voltar a fazer as coisas que eu mais gosto que é fazer contas e estudar os números”, diz.

Conforme o secretário de Educação, Marco Brandão, o ensino não tem hora e a educação deve ocorrer a qualquer momento, mas é preciso ter estrutura para sustentar esse modelo. “Parece muito pouco a gente aumentar uma sala numa escola, mas quando acrescentamos essa sala, a gente cria nessa escola uma esperança de melhora na comunidade. É aqui dentro que a comunidade rural se encontra para conversar, dialogar, um espaço em que toda a comunidade habita para reunir e cuidar de crianças, jovens e adultos”, garante.

Para a professora responsável pela escola rural, a entrega é motivo de agradecimento. “Trata-se de uma ação importante. Muitos podem ver atitudes como estas pequenas, mas que tem uma importância social sem tamanho para a comunidade. A escola deve ser um instrumento pulsante na comunidade e estamos conseguindo. Agora, aqui não falta nada”, comemora Aldacilene.

Investimentos

Ao todo, foram investidos nas três instituições R$ 353.000,00 provenientes do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser). Desse montante, R$ 87.000,00 foram para a escola Elzira Angélica. Já as escolas Carlos Casavecchia e São José IV receberam R$ 133.000,00, cada uma.

Nas três escolas foram feitas adequações e reformas gerais como ampliações em salas de aula, melhoramentos na área externa e na pintura dos prédios. Este mês, o governo está reinaugurando 20 escolas rurais em vários municípios de estado, totalizando um investimento de R$ 2.805.025,19.

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.