Governo reforma quartel da Polícia Militar em Tarauacá

O governador Tião Viana entregou nesta quinta-feira, 27, a reforma do quartel do 7º Batalhão da Polícia Militar em Tarauacá. 

O espaço histórico, fundado em 1916, recebeu um investimento de R$ 200 mil para revitalização de pintura, forro, fiação elétrica, portas, pisos, dormitório e auditório. Tudo isso para valorizar os militares estaduais que atendem toda a área urbana e rural do município, além do presídio da cidade. 

“É mais um passo que damos na valorização desses servidores, que arriscam suas vidas por nossa segurança. A criminalidade é um problema endêmico em todo o país, principalmente por causa do narcotráfico, mas aqui no Acre estamos dando uma resposta dura e eu tenho certeza de que vamos vencer essa guerra e instalar uma cultura de paz”, conta o governador. 

Entre os investimentos na segurança pública, o governo está realizando a reforma e ampliação dos quartéis da Polícia Militar em dez municípios e construindo a nova sede do 3º Batalhão, localizado na Baixada do Sol, em Rio Branco, além da reforma e ampliação do Posto de Fiscalização Policial localizado no trevo entre Senador Guiomard e Plácido de Castro, com investimento de mais de R$ 700 mil em melhores condições de trabalho para os policiais que ali atuam.

Para o comandante da Polícia Militar, coronel Julio César, o momento é de comemorar as conquistas da corporação.  “Os investimentos e valorizações que são realizados na Polícia Militar vêm do esforço direto do governador Tião Viana. Temos a tropa mais honesta do Brasil e acreditamos na conduta de nossos militares, lutando sempre contra todo o mau comportamento interno”. 

O secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, ressaltou: “Promover segurança pública é mais que um grande trabalho, é quase um sacerdócio. E estamos fortalecendo a Polícia Militar com quartéis reformados, veículos e contratação de novos policiais. E tudo isso o Acre está conseguindo fazer com o Brasil passando por uma crise”.  

 

 

Agência

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.