Roberto Duarte e pré-candidatos a vereador assinam carta de princípios do Instituto Liberal do Acre

 

Na manhã desta segunda-feira, 27, o pré-candidato a prefeito de Rio Branco, Roberto Duarte, e os pré-candidatos emedebistas a vereador da capital acreana realizaram ato para a assinatura conjunta da carta de princípios do Instituto Liberal do Acre. 

A carta registra a visão da entidade, que acredita em princípios como a liberdade de expressão; posiciona-se contra o aborto, à ideologia de gêneros e ao uso e tráfico de drogas; combate toda e qualquer iniciativa de doutrinação ideológica nas escolas e, por fim, compromete-se aos valores da civilização judaico-cristã, em que emergem para serem observadas a moral cristã, a filosofia grega e o direito romano. Um dos fundadores do Instituto, Fernando Lage, participou do ato, por meio de plataforma eletrônica e disse que essas assinaturas representam muito nesta pré-campanha. “É muito importante os pré-candidatos entrarem na discussão de pautas conservadoras. As bandeiras de cada um precisam ser bem definidas e, assim, a população poderá escolher melhor os parlamentares que iniciarão seus mandatos no ano que vem”, esclareceu Lage. Segundo Roberto Duarte, essas bandeiras são defendidas por ele desde o início de sua carreira política e assim seguirá sempre. “Não vamos mudar nossos ideais e ideologias por conveniência e por oportunismo para chegar num mandato. Assim, assumo, em respeito aos eleitores e ao povo do Acre, a filiação ao conservadorismo como corrente de pensamento que pretende manter valores como família, propriedade e religião, e ao liberalismo como doutrina que respeita as liberdades individuais acima de quaisquer iniciativas de coletivização que – ao longo da história – embalaram o autoritarismo e a miséria”. Participaram da reunião os pré-candidatos a vereador Deyvyd Santiago, Isaac Santos, Daniela Paiva, Cristhyan Carcia, Neto Ceará, Roberth Alencar, Márcia Maria, Wilyanne Derze, Neuton Lamego, Sirlândia Guimarães, Antônio Balica e Júlio Ramalho.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.