Governo abre oficialmente o Censo Escolar 2022 no Acre

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), abriu nesta quinta, 26, oficialmente, o Censo Escolar 2022. A cerimônia  de lançamento ocorreu no auditório da SEE e contou com a presença de diversos representantes de entidades educacionais, gestores escolares, coordenadores das representações da SEE nos municípios e educadores em geral.

Principal instrumento de coleta de informações da educação básica, o Censo Escolar é a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira. É coordenado pelo Instituto  Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

De acordo com coordenador no Censo Escolar no Acre, Jelsoni Calixto, de fato a coleta dos dados começou nesta quarta-feira, 25 de maio e vai até dia 1º de agosto. “Nessa primeira fase são coletadas todas as informações sobre escola, gestor, aluno e estrutura de todas as 1.500 unidades escolares existentes no Acre, sendo 613 da rede estadual, 900 das redes municipais e o restante das redes privada e federal”.

A coleta da pesquisa estatística é dividida em duas etapas. Após a conclusão desta primeira, tem início a apuração sobre a chamada Situação do Aluno, em que são levantadas informações relativas ao movimento (quantos alunos foram transferidos, deixaram de frequentar a escola ou faleceram) e ao rendimento dos estudantes (quantidade de aprovados ou reprovados), ao término do ano letivo. A divulgação dos dados finais da primeira etapa no Diário Oficial da União (DOU) está prevista para a segunda quinzena de dezembro.

Durante a cerimônia, em seu discurso, o secretário de Estado de Educação, Aberson Carvalho, destacou a importância da participação das escolas no processo e pediu aos gestores que deem total atenção no lançamento dos dados. “O Censo é o nosso principal instrumento para efetivação de políticas públicas”.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.