No interior do AC, prefeitura abre mais de 60 vagas para programas federais e Secretaria de Educação

Vagas são destinadas para Caps e Nafs, além da Secretaria de Educação de Epitaciolândia. Prefeitura diz que programas funcionavam, mas contratações eram irregulares.

O Diário Oficial do Estado (DOU)desta segunda-feira (25) divulgou o decreto assinado pelo prefeito de Epitaciolândia, João Sebastião Flores, que autoriza uma seleção para contratar servidores de forma emergencial para ocupar vagas nos programas federais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Centro de Atenção Psicossocial (Caps), além da Secretaria de Educação.

Há vagas para médicos, psicólogo, artesão e vigia, além de nutricionista e fisioterapeuta. A lista completa pode ser acessada a partir da página 39 do DOU.

A contratação será pelo período de um ano, podendo ser renovada por até dois anos. Os salários variam de R$ 998 a R$ 5.870. Os coordenadores dos programas devem ser escolhidos pelo chefe do Executivo e as despesas são cobertas por repasses federais através do Ministério da Saúde.

O prefeito, mais conhecido como Tião Flores, explica que os programas já existiam na cidade, mas os servidores foram contratados de forma irregular. O decreto da contratação emergencial, de acordo com ele, é uma forma de regularizar o quadro efetivo.

“Nós fizemos um acordo com o Tribunal de Contas e Ministério Público para tirar todo mundo, todos os funcionários que estavam irregulares da prefeitura. Então, a gente vai fazer esse concurso de forma temporária”, explica.

Todo o certame deve ser conduzido pela Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária no Acre (Fundape).

Educação

Para a Secretaria de Educação na cidade, foram disponibilizadas 44 vagas, que incluem cuidador de creche e cuidador maternal, além de professor e pedagogo.

“Na Educação é a mesma coisa. As aulas iam começar e temos um deficit de profissionais. Então, o edital deve sair ainda essa semana com todos os detalhes. Tudo será divulgado de forma transparente”, afirma o prefeito.

 

 

G1ACRE


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.