Marcio Bittar diz não haver orçamento secreto e nem irregularidade em emendas de relator

Senador Marcio Bittar (PSL-AC) afirmou que não há orçamento secreto e tampouco alguma irregularidade no processo de liberação de recursos por meio de emendas do relator. Bittar foi entrevistado pelo jornalista Antonio Muniz, nesta quinta-feira, 25, ao vivo, na TV Rio Branco-SBT e confirmou que vai impetrar ação judicial por calunia, difamação e injúria, crimes previstos, respectivamente os artigo 138, 139 e 140 do Código Penal.

O ex-senador Jorge Viana comparou o “orçamento secreto’ com o mensalão do PT, escândalo que por pouco não derrubou o governo Lula da Silva, em 2005. “Ele foi covarde e babaca e vai ter que responder na justiça”, afirmou o senador.  Bittar ironizou: “O Orçamento é tão secreto que foi criado na forma da lei e publicado no Diário Oficial da União”, afirmou.  Ele lembrou ainda qeu não foi um ato do Presidente Jair Bolsonaro, mas sim do próprio Congresso Nacional.

O senador acreano afirmou que a oposição tentou prejudicar o Presidente Bolsonaro, mas acabou dando um tiro no pé, pois muitos prefeituras e estados administradores por lideranças de esquerda também estão sendo prejudicados com a decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF). “Mas o Presidente vai conseguir resolver esse problema e evitaremos prejuízos aos estados e municípios. No caso do Acre, por exemplo, perderia mais de R$ 1 bilhão”, afirmou.

Bittar também falou sobre a dificuldade do governo em aprovar, na Câmara Federal, a PEC dos Precatórios e prevê outra grande batalha no Senado, mas acredito que o bom senso da maioria dos senadores vai prevalecer e o governo também obterá vitória. “O Presidente Bolsonaro vai pagar contas de seus antecessores, mas não pode deixar de pagar R$ 400,00 às 17 milhões de famílias que estão abaixo da linha da pobreza”, explicou.

Ainda segundo o senador acreano, o Presidente Bolsonaro substitui o Bolsa Família pelo Auxílio Brasil. O novo programa social do governo ampliou o número de famílias de 14 milhões para 17 milhões e aumentou o auxílio que antes era, no máximo, R$ 180,00 e agora tem um valor majorado para R$ 400,00. Segundo o senador, os opositores de Bolsonaro, notadamente os partidos de esquerda, não se preocupam com vida dessas famílias carentes.

Visita à Fundhacre

Na manhã de quarta-feira, 24, Marcio Bittar visitou a Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre e conversou com o presidente, doutor João Paulo.  O gestor pediu apoio ao senador para reduzir o grande número de cirurgias eletivas que aumentam a fila de espera desde o governo anterior. São mais de 11 mil cirurgias represadas desde 2013. São pessoas que se encontram na chamada “fila da morte”.

Essas cirurgias seriam facilmente zeradas com o aporte de R$ 10 milhões, para ampliar a instalações da unidade, contratação de pessoal e outras medidas capazes de normalizar, em poucos meses, as necessidades de intervenções cirúrgicas. 

O hospital realiza uma média de 450 cirurgias por mês e, mesmo sem os recursos pretendidos, deve chegar a 950 cirurgias já nos próximos meses, graças ao esforço da equipe e o apoio do Governo do Estado, na pessoa do próprio governador Gladson Cameli, um dos principais interessados em zerar as chamadas cirurgias represadas por tanto tempo.

Fortalecimento

O senador também falou sobre o crescimento e fortalecimento da pré-candidatura da professora Marcia Bittar ao Senado. Segundo ele, os dez partidos que têm compromisso com o Acre e o povo acreano continuam fechados com a pré-candidatura de Marcia. O apoio do Presidente Jair Bolsonaro, segundo ele, é fundamental para que Marcia consolide sai pré-candidatura e entre da disputa em 2022 com reais chances de conquistar a única vaga que estará em jogo no próximo ano.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.