Governador Gladson Cameli e ministro Padilha acertam parceria em favor do Acre

O trabalho de parceria em favor do Acre e do Brasil foi o assunto tratado pelo governador Gladson Cameli, com o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, em audiência realizada nesta quarta-feira, 25, em Brasília, quando os dois conversaram sobre a importância do diálogo e da colaboração entre os poderes.

 

“Vim mostrar a disposição de trabalhar em parceria em favor do Acre e do país e pedir apoio para o meu estado, que precisa muito da ajuda do governo federal, especialmente para ações estruturantes”, disse o governador, no encontro realizado no Palácio do Planalto.

“Conte comigo”, garantiu o ministro Padilha para Gladson Cameli, adiantando que a parceria com todos os governadores é objetivo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ministro Padilha disse que a intenção do  presidente é começar atendendo as necessidades prioritárias definidas pelos governantes estaduais, “mas a ideia é que o presidente se reúna bimestralmente com os governadores” para um trabalho colaborativo contínuo.

Fórum e prioridades

Na sexta-feira, 27, Gladson Cameli participará do encontro de governadores com o presidente Lula, às 9h30, no Palácio do Planalto, quando os governantes entregarão ao presidente as reivindicações de apoio para as necessidades prioritárias dos seus estados.

Antes, na quinta-feira, 26, o governador do Acre participará, em Brasília, de reunião do Fórum de Governadores, quando os governantes reunirão suas prioridades a serem entregues ao presidente. O fórum será realizado a partir das 17 horas, no Centro de Convenções Brasil 21.

Também participou da reunião com Padilha o chefe da Representação do Governo do Acre em Brasília, Ricardo França, e o o secretário especial de assuntos federativos da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, André Ceciliano.

 

[Agência de Noticias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.