Primeiro dia de mutirão em frente Palácio Rio Branco vacina quase 600 pessoas

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), deu início na tarde desta segunda-feira, 24, a um mutirão de vacinação contra a covid-19 na capital acreana. O evento vai até a próxima sexta-feira, 28, e é realizado em frente ao Palácio Rio Branco, das 16h às 20h. O objetivo do governo é oferecer à população acesso às vacinas num ponto central da cidade, para facilitar a imunização. A população alvo são os trabalhadores que têm suas jornadas ao longo da manhã e da tarde, que dispõem de pouco tempo para completar o esquema vacinal.

Só no primeiro dia, cerca de 585 doses de vacina contra a covid-19 foram aplicadas. A expectativa do Programa Nacional de Imunização (PNI) estadual é de que aproximadamente três mil pessoas procurem os imunizantes durante a campanha. Para a secretária de Estado de Saúde, Paula Mariano, os mutirões são importantes para controlar a pandemia e manter a população acreana segura: “Pedimos que a população venha complementar sua vacinação, visto que as internações têm sido, em grande parte, dos pacientes não vacinados. Escolhemos esse horário, 16h às 20h, pois é quando as pessoas estão saindo do trabalho e podem nos procurar para complementar seu esquema vacinal”, afirma.

A gestora da pasta ressalta, ainda, que o Estado dispõe de 80 mil doses de vacina, e que é necessário que a população acreana se imunize com as três doses. Para se vacinar durante o mutirão é necessário possuir em mãos documento de identificação oficial com foto, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e a carteira de vacinação. 

Renata Quiles, coordenadora estadual do PNI, destaca que o mutirão pode beneficiar uma grande parcela da população, pois está sendo realizado num ambiente centralizado e em um horário de alta rotatividade na capital. Francisco Nailton, de 23 anos, foi se vacinar no primeiro dia de mutirão e dá o seu recado: “Além do Palácio Rio Branco ser um ponto turístico da cidade está bem localizado, no centro, é de fácil acesso para quem usa transporte público e esse horário de 16h às 20h é muito bom, pois as pessoas podem vir após o expediente de trabalho”, conclui.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.