Profissionais do Lacen recebem treinamento sobre sequenciamento genético em Brasília

Cenas de cientistas analisando moléculas e realizando novas descobertas não podem ser vistas apenas em filmes. Diariamente, os profissionais de laboratório desempenham essas funções e, para isso, são necessárias atualizações, cursos e treinamentos. Uma das exigências surgidas a partir da pandemia é que as análises sejam tão rápidas quanto as mutações do vírus.

Por isso, nesta semana, Camilo Oliveira e Rutilene Souza, servidores do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen, estão em Brasília participando do 1º Treinamento da Rede Nacional de Sequenciamento Genético, buscando capacitação sobre os novos protocolos do sequenciamento genômico do SARS-CoV-2.

O objetivo é que sejam munidos de conhecimento teórico e prático para identificar novas variantes da covid-19, já que o sequenciamento de DNA, ou genômico, é um método que codifica a sequência de nucleotídeos que compõem o material genético humano.

O método é utilizado para identificação de microorganismos, estudos filogenéticos e evolutivos, clonagem gênica e reprodução, entre diversas aplicações. Para a coordenadora do Lacen, Janaína Mazaro, “a ação reforça o compromisso do Lacen e do Departamento de Vigilância em Saúde em prol da rede nacional de vigilância laboratorial dos vírus respiratórios”.

 

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.