Brasiléia começa vacinação de pessoas a partir de 35 anos

Brasileia avança na campanha de vacinação contra a COVID-19 e agora vai vacinar pessoas com idade a partir de 35 anos, sem comorbidade, e gestantes e puérperas, neste caso específico com laudo médico para resguardar a vida da mãe e da criança. Para comemorar o avanço de faixa etária da vacinação a Prefeitura de Brasileia realizou na tarde de quarta-feira (23), o Arraial da Vacinação, uma forma para chamar a atenção da população do município e alertar a importância da vacina e elas salvam.

A prefeita Fernanda Hassem falou a respeito do evento e comemorou por poder se vacinar, já que chegou na sua faixa etária. “Convocamos a população a partir dos 35 anos para que venham se vacinar. O maior patrimônio de uma cidade é seu povo, a nossa prioridade é cuidar das pessoas. Com a realização do Arraial daVacinação aqui na nossa Praça Hugo Poli, palco de tantos eventos e hoje sendo palco para o maior de todos, a imunização das pessoas, na próxima semana vamos avançar para faixa estaria dos 30 anos. Eu também estou muito feliz por ter tomado minha primeira dose hoje”, falou Fernanda Hassem.

A Prefeitura de Brasileia já aplicou mais de 8.300 doses (oito mil e trezentas doses), na sua população.

Para o secretário de saúde Joãozinho Melo com esse avanço em breve toda a população do município estará vacinada. "Um momento importante. A Prefeita Fernanda Hassem, tem pedido para que possamos avançar, nossa equipe está aqui hoje iniciando a vacinação para as pessoas a partir dos 35 anos. Só temos como combater esse vírus imunizando a população. Hoje, véspera de São João, realizamos o Arraial de Vacinação, em outros anos estaríamos em festa, porém estamos na festa da vacina. Parabéns à toda nossa equipe". Disse o Secretário de Saúde Joãozinho Melo.

[SECOM]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.